domingo, 3 de julho de 2011

Propostas da Audiência de 03 de julho com o Governador


1. Reitera os termos da proposta aos professores apresentada pelo Governo ao Sinte em 15 de junho de 2011.
2. Iniciará a recomposição da regência de classe nas seguintes bases:
A- passar a regência de classe de 25% para 30 % em agosto deste ano e para 40% em janeiro de 2012;
B- passar a regência de classe de 17% para 20% em agosto e para 25% em janeiro de 2012;
C- passar a gratificcação dos especialistas de 15% para 20% em agosto deste ano e para 25% em janeiro de 2012;
D- passar os percentuais vinculados ao pagamento das horas excedentes de 3%  (1,5 +1,5%) para 3,6% (1,8% + 1,8%) em agosto e para 5% (2,5% + 2,5%) em janeiro de 2012.
3. Solicita ao Sinte a indicação de 4 representantes para formar o grupo de trabalho definido na proposta aos professores, afim de iniciar seus trabalhos no dia 06 de julho próximo.

162 comentários:

  1. Entraram em pauta a questão dos act´s e do concurso público?

    ResponderExcluir
  2. Espero que a classe seja madura o suficiente para refletir sobre a nova proposta. Eu proponho que a greve seja suspensa por um determinado tempo e que a gente veja qual é a força real do grupo de estudo. Senão houver avanços devemos retornar a greve

    ResponderExcluir
  3. ESTAMOS EM GREVE PELA APLICAÇÃO DO PISO SALARIAL NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS E NÃO PARA NEGOCIAR DIREITOS ADQUIRIDOS. NÃO PODEREMOS ACEITAR TANTO DESCASO.....

    ResponderExcluir
  4. Tudo isso para tratar somente da REGÊNCIA e AULAS EXCEDENTES? Eles são malinos!
    Desejo o entendimento e o fim da greve, mas ainda tá difícil para eu aceitar e acredito que para toda a base também.
    A única proposta aceitável é:
    1- devolvo a regência e demais percentuais que eu roubei, na folha suplementar que terei de rodar por conta da decisão judicial;
    2- parcelamento do piso do mês X até o mês X, do ano X!

    ResponderExcluir
  5. que ódio, foram negociar regencia e aula excedente?..........................

    ResponderExcluir
  6. Olha gostaria do fim da greve sim, foi mais uma enganação, mas acredito que deveremos voltar às aulas e se esse grupo de estudos não funcionar, voltamos para a GREVE, vimos que unidos somos fortes e não podem mais brincar conosco!

    ResponderExcluir
  7. Claro que não devemos voltar que se faça este estudo com os professores em greve! Jamais retroceder diante de tamanho disparate!

    ResponderExcluir
  8. A REGÊNCIA TEM QUE VOLTAR, I N T E G R A L, PROS NOSSOS BOLSOS, IMEDIATAMENTE!!

    QUEREMOS PISO, NA TABELA DO MEC, ISSO SIM PODE SE PARCELAR ATÉ O FIM DESSE ANO!!!!

    ResponderExcluir
  9. Com este movimento histórico, esta greve imensa, o governo não negociou o Piso na CARREIRA,não vai ser com o "grupo de estudo" que ele vai negociar!!!A GREVE CONTINUA pela DEVOLUÇÃO da regência JÁ e Piso na carreira!!!

    ResponderExcluir
  10. Vamos confiar nesse grupo de estudos, acho que devemos recuar agora. Esse governador nao vai oferecer nada melhor esse ano, infelizmente.

    ResponderExcluir
  11. É preciso que quem esta a frente das negociações se pronuncie; pela 1ª vez percebe-se duas opiniões entre nós professores, nossa força é a união, portanto não podemos perder exatamente o que nos fortalece. É preciso mta discussão até que se chegue a um acordo que contente a todos, isso é possível desde que aja maturidade. Vamos a discussão saudável e produtiva.
    Profª Lúcia

    ResponderExcluir
  12. o que vai estar lá ni vencimento, afinal? Já não sabemos mais... Mudou-se o foco novamente?...

    ResponderExcluir
  13. ACORDEM, não estamos em greve pela regencia, isto não deveria nem ser discutido. Pensem, com isto o governo ta livrando o dele porque vai alegar que esta pagando o piso,e para quem olhar o vencimento vai ser maior que o piso, mas e o resto,com 4 pessoas ele vai dizer que não tem dinheiro e pronto.Vcs acham que vamos conseguir mobilizar a categoria novamente?

    ResponderExcluir
  14. Já falei e vou falar de novo: vamos começar a gritar : impeachment, já! Pro bem do estado, pro bem da educação. Agora o nosso papel é dar exemplo pro país. Se eu voltar pra sala de aula agora, vai ser apenas pra me preparar pra deixar essa carreira decadente chamada ensino básico e público. Como se já não bastassem as cobranças, as aberrações em nome de uma pedagógica da permissividade. Sou capaz de fazer mais por mim. Se quisesse o sacerdócio faria teologia. lá sim, com a filosofia: "Dai de graça o que de graça recebeste"

    ResponderExcluir
  15. Voltem de uma vez, não tem mais nada que possa se fazer, e eu tenho certeza que esse grupo de trabalho vai ajudar e muito, se não der em nada a greve volta... Os alunos prcisam de vocês..

    ResponderExcluir
  16. TIRAR PERCENTUAIS SÃO MELHORAS?????????

    QUEREMOS O QUE NOS FEZ ENTRAR EM GREVE QUE FOI A APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS. APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS.
    APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS. APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS. APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS.

    ResponderExcluir
  17. ACHO QUE DEI UMA COCHILADA DE UNS 45 DIAS: ESSA GREVE NÃO COMEÇOU PELO CUMPRIMENTO DO PISO APROVADO PELO STF? STF NÃO SIGNIFICA _SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL? FEDERAL NÃO ESTÁ A CIMA DO ESTADUAL? ALGUÉM SE PROPÕE A ME ENSINAR SOBRE ESSES ITENS, POIS, SOU UM ALUNO NO MEIO DE UM TIROTEIO E QUEM SABE POSSO APRENDER POR AQUI. ASSIM, MESMO ESTANDO EM GREVE, FAZEMOS VALER ESSE BATE BOCA INSTITUCIONALIZADO!

    ResponderExcluir
  18. Deu uma cochilada? Não se preocupe, não perdeu muita coisa, pois essa enrolação tá só fazendo todos se prejudicarem...

    ResponderExcluir
  19. É hora de ser racional e não radical!!

    ResponderExcluir
  20. VAMOS USAR O BOM SENSO. TAMBÉM NÃO GOSTEI DA PROPOSTA, MAS ESTAMOS EXAUSTOS, NERVOSOS, VAMOS DAR UMA CHANCE AO GRUPO DE ESTUDOS, QUE DEVE TER UM REPRESENTANTE DE CADA REGIONAL E NÃO APENAS 4 PESSOAS. SE AS NEGOCIAÇÕES NÃO EVOLUÍREM, RETORNAMOS COM FORÇA TOTAL. JÁ MOSTRAMOS QUE SOMOS FORTES JUNTOS.

    ResponderExcluir
  21. Vamos esperar a publicação do ACÓRDÃO em GREVE! Aí depois decidimos se aceitaremos ou não essa proposta ridícula!
    Eu entendi a estratégia: Fez os descontos e os mais fracos recuaram, devolve o que nos foi roubado, derruba mais outros... e assim vai!
    Proponho GREVE até a publicação do ACÓRDÃO!

    ResponderExcluir
  22. Em 2008 fiquei a ver navios com 11 dias de faltas injustificadas, e agora? O diario catarinense está dizendo que a greve é por causa da regência de classe...Incrível como eles conseguem desviar o foco. Meu voto é pela continuidade da greve. O governo que não se faça de bobo......

    ResponderExcluir
  23. Por Favor, vamos pensar com calma, muitos professores ja sairam da greve, e infelizmente nao estamos muito unidos como no inicio. Essa proposta realmente nao era o que queriamos mas tambem nao podemos dizer que o governo nao cedeu. Devemos voltar. Minha opinao.

    ResponderExcluir
  24. Ensadeceram então. A regência é direito adquirido não entra em negociação. Queremos o piso aplicado e não redução ou negociação de regência. O Estado não tem dinheiro? Pois devolvam o dinheiro do FUNDEB que está entrando pelo "ladrão"de outros orgãos. Se tivessem com tudo em ordem a federação cobria o "rombo" que eles dizem que vai fazer na receita do Estado. Sem negociação da regência povo do SINTE. A negociação é do piso.

    ResponderExcluir
  25. Pelo que senti, mostramos pela primeira vez a força de nossa categoria! Apesar de tanta enrolação...estamos mais próximos e capazes de continuar a luta, mesmo voltando pra sala de aula deveremos manter estado de greve...Mais atentos que nunca e não cochilar um minuto sequer, pois nossa luta continua, nossso objetivo ainda não foi alcançado...Não devemos nos dividir agora!!!

    ResponderExcluir
  26. Em quanto tempo sai o acórdão ?

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  28. PROFESSORES(AS) VAMOS COM CALMA, COMENTÁRIOS CONTRA OS LIDERES DA GREVE NESTE MOMENTO É PRECIPITADO, QUEM PARTICIPA DAS ASSEMBLEIAS REGIONAIS, SABE QUE A PROPOSTA É O PAGAMENTO DO PISO, COM DATA, O GOVERNO JOGOU COM A CATEGORIA, TIRANDO AS CONQUISTAS, MUDOU O FOCO, AGORA TEMOS QUE LUTAR SIM POR TUDO NOVAMENTE, ESTA SEMANA VENCE O PRAZO DE 90 DIAS PARA APLICAÇÃO PISO, TEMOS QUE FOCAR NISTO. O QUE ACONTECE SE O GOVERNADOR NÃO PAGAR ATÉ 07/07/11?

    ResponderExcluir
  29. então estou louco q eu me lembre em 18 de maio entrei em greve por piso salarial e manutenção do plano de carreira e agora o governo bateu na tecla da regencia(direito) e nosso comando esqueceu o principio q nos levou a tal movimento vamos se ligar galera não caiam nesta do colombo ou ja cairam neste engodo por favor

    ResponderExcluir
  30. tou pensando com o meus botões vamos cair em mais uma enganação e depois dizer q saimos vitoriosos por favor o comando não me venham com este cliche usado por tantos outros até aqui confiava em vcs não me façam desacretidar pois nossa luta é pelo PISO E PELA CARREIRA E NÃO POR REGENCIA estamos juntos mas não nos tirem nossa esperança abraços luis schneider passo de torres

    ResponderExcluir
  31. ATENÇÃO COLEGAS PROFESSORES:

    Não podemos cair na armadilha de negociar benefícios históricos que nos foram USURPADOS de forma cretina, fria e irresponsável.

    Nossa regência é sagrada, conquista histórica e não negociamos!

    A luta é pelo piso na carreira!!!
    O Piso nós até negociamos (devido nosso compromisso extremado com a Educação e benevolência), mas NO QUE JÁ ERA NOSSO NÃO SE MEXE!

    Não vamos cair na armadilha de voltar com o "benefício" de ter parcelado o que já é nosso.

    ResponderExcluir
  32. É ridículo...devemos lutar pelo piso..planos de cargos e salários..e não por dirreitos já adquiridos com várias greves...se ele não deu até agora não vai ser depois que ele irá dar...ACORDEM...não devemos voltar....se voltarmos jamais dará o que queremos..pois ele só quer garantir o ano letivo...vcs querem morrer na praia...entar numa greve e não ganhar nada....só uma mente pertubada vai querer sair agora da greve.....VAMOS CONTINUAR NA GREVE

    ResponderExcluir
  33. Tem alguém postando pra esvaziar a greve. Que "mané" vamos capitular e usar a razão. Começamos a greve pelo piso, o governo tirou nossa regência, não fez o pagamento dos grevista e tem professor querendo aceitar...Isso prova que não estão preparado para lutar pelos direitos. Como vcs vão chegar na sala de aula e explicar para seus alunos que começaram com uma greve para um aumento de salário e conseguiram uma redução dele. Como vão dizer para os alunos que devem lutar pelos seus direitos se estão sendo usurpados e estão querendo se calar. Isso é resquicio do militarismo gente. Ele vai ter que pagar os dias descontados, vai ter que pagar o piso. Não vamos correr da luta agora não. "a luta continua" Elianag

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  35. Concordo com Vilmar...

    ResponderExcluir
  36. Caros colegas,
    o que nos levou à greve foi ter a aplicação do Piso Nacional na base da carreira. Este, e somente este, é o motivo que nos levou a partir do dia 18/05 a deflagra-la. O resto é engôdo, enrolação do governo. Vamos 4ª feira à Florianópolis para mais uma vez demonstrar nossa força!
    O que o governo está fazendo não é proposta é roubo!
    Abraços!!!!!
    Margarete Siqueira Drey

    ResponderExcluir
  37. Colegas, mantenho firme a nossa posição de nos mantermos em greve até a proposta por escrito, em pagar o Piso na Carreira, foi para isto q entramos em greve, foi por aquela tabela q o PRÓPRIO SINTE levou até a nossa escola!
    Não vamos entrar, mto menos aceitar o jogo do governo!!! SINTE mostrou ao governo q em direitos adquiridos não se mexe??
    Voltar à sala pior do q qdo iniciou-se a greve é incoerência!!
    GREVE, pela nossa dignidade e respeito!!

    ResponderExcluir
  38. Bom senso nesta hora é o que importa, não é que queríamos, mas é muito tempo parado, não podemos esquecer nossos alunos. Na minha opinião, devemos permanecer em estado de greve e dar uma chance a esse grupo de estudo, mas que tudo seja feito com transparência. É interessante que o Sinte nos apresente um demonstrativo de como fica tudo...Força colegas...já houve uma melhora sensível e o governo já viu a nossa postura diante da greve...acredito que não vào vacilar em nos enganar, porque até agora ainda dá para fazermos a reposição, se pararmos mais tarde, tudo se cumplica...
    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  39. Penso que foram feitos avanços.
    Ser racional agora é viável.
    Apoio o fim da greve.
    Caso a comissão não consiga bons resultados aí sim, sou a favor que a greve começe novamnete! E apoiarei o impeachment!

    ResponderExcluir
  40. Aposentados como ficam??
    E os ACT´s???
    Força e fé!!
    Estamos juntos, pelo que nos moveu a esta greve: PISO na CARREIRA!!
    GREVE CONTINUA

    ResponderExcluir
  41. QUE DROGA DE SINTE EH ESSE??? AVANÇOU EM QUE? EM DEVOLVER ALGO QUE A GENTE JÁ TINHA???
    O FOCO AGORA EH RECUPERAR A REGENCIA??? MEREÇO....
    E O PISO???? SE A GENTE VOLTAR... ESTAREMOS CEGOS.. ENTRAMOS NA GREVE COM REGENCIA.. ELE DEVOLVENDO VAI SER UM AVANÇO?? EM QUE??
    EIA SINDICATO RUIM!!!!!

    ResponderExcluir
  42. Professores que estão no comando do Sinte recebem Regência de Classe?
    Recebem por aulas excedentes?

    ResponderExcluir
  43. Não acredito q consigamos futuramente, esta mobilização, com esta força q mantivemos até agora! Eu sou um q vou pensar mto, em uma próxima greve, afinal para q?? Para nos contentarmos com "enrolações" do governo, com "devoluções" parceladas doq nos foi roubado?
    A HORA É AGORA!!!!
    DEsculpas esfarrapadas de q não há $$$ não convence ngm!!
    E é tbm pelos alunos q estamos em greve! Nenhum deles será prejudicado por nós professores!
    GREVEEEEEEEE!!!!!!

    ResponderExcluir
  44. Apoio o fim da greve.

    ResponderExcluir
  45. EU JA FALEI... SE NÃO RESPEITAREM NOSSOS DIREITOS NAS NEGOCIAÇOES O SINTE PODE ME ESQUECER.NEM COM REZA BRAVA EU FAÇO MAIS UMA LUTA..MANIFESTO..OU QUALQUER COISA.. ADRIANA (NOVA VENEZA)E VOLTO PRA ESCOLA JA...

    ResponderExcluir
  46. Penso que foram feitos avanços.
    Ser racional agora é viável.
    Apoio o fim da greve.
    Caso a comissão não consiga bons resultados aí sim, sou a favor que a greve começe novamnete!

    ResponderExcluir
  47. Eliane Maragno EEB Princesa Isabel M da Fumaça3 de julho de 2011 20:37

    Gente o governo está sendo uma mãezona, afinal tá parcelando nossa regencia.... palmas pra eles. Vou fazer campanha pra desfiliação do Sinte. Isto não tem cabimento!

    ResponderExcluir
  48. Calma lá, pessoal. Muita calma nesta hora. O SINTE apenas recebeu a proposta e neste momento a está discutindo. Acredito que, como das outras vezes, não aceitaram e a maioria da categotia, também. Nós entramos em greve para garantirmos o piso na carreira e é isso que tem que valer. Por hora não vejo avanço nenhum.

    ResponderExcluir
  49. FIM DA GREVEEEEEEEEEE

    ResponderExcluir
  50. A greve tem que continuar...é vergonhoso voltar agora...........morrer na praia.............receber o que já era nosso e nada de aumento....é ridículo volta da greve desta fora....perdendo mais do que ganhando...que intúito entao seria então?????????????

    ResponderExcluir
  51. Mais uma vez o objetivo principal da greve está sendo desviado, pois nesta última reunião só se tratou da regência de classe e das aulas excedentes. O Sinte q me desculpe, mas isto está cheirando a enganação. Se o governo tivesse realmente intenção de pagar o piso do magistério de forma integral já teria organizado entre eles esse tal grupo de estudos, e durante a greve apresentado um cronograma de pagamento para a categoria. Na minha opinião só devemos retornar as salas de aulas se for fixado um prazo para recomposição da tabela salarial de acordo com o piso do MEC, sem isso acho difícil o governo pagar o q nos deve desde 2008 ainda neste ano.
    Um abraço a todos
    M.S.A.

    ResponderExcluir
  52. Gostaria que os "anônimos" se identificassem, porque duvido que Professores, com "P" estejam aceitando esta enrolação....

    ResponderExcluir
  53. ALGUÉM DO SINTE POSTE ALGUMA COISA POR FAVOR!!!!!!

    ResponderExcluir
  54. RAIMUNDO COLOMBO JÁ BRINCOU COM A EDUCAÇÃO DO MUNICIPIO DE LAGES E O MESMO ESTA FAZENDO COM O ESTADO. E ESTÁ CONSEGUINDO DESVIAR A ATENÇÃO DO SINTE COMO JÁ É DE COSTUME DE SUAS NEGOCIAÇÕES, SAIR DO FOCO PRINCIPAL. CAROS COLEGAS, VAMOS FICAR ATENTOS COM ESTA NEGOCIAÇÃO QUE ATÉ AGORA NÃO NOS TROUXE BENEFÍCIO ALGUM.....

    ResponderExcluir
  55. Precisamos de mais esclarecimentos. Parece-me que o foco está sendo desviado pela mídia. O avanço não foi somente com relação à regência. Já houve outros avanços. Há toda uma pauta de reivindicações. Sugiro que o SINTE esclareça um pouco mais onde houve avanço! Esta Greve trouxe muitas questões à tona e há tempo não se falava tanto em educação. Já houve ganho histórico. Mas só isto não basta.
    Andréia - ass. téc. pedagógica

    ResponderExcluir
  56. Na minha opinião , devemos permanecer firmes até termos a resposta firme e definitiva de nosso plano de carreira. Se retornarmos á sala de aula sem acertar, ele vai enrolar com certeza e vamos sair perdendo nossos direitos e algo mais que poderemos conquistar se nos mantermos paralisados. aA força é agora , vamos exigir acerto antes de voltarmos pra sala pra termos certeza que vamos ter dignidade mesmo. Chega de enrolação !!!!!!!!

    ResponderExcluir
  57. Se é para usar bom senso, como alguns estão solicitando, devemos continuar a greve. Voltar com a promessa de o governo nos devolver aquilo que nos tirou (regencia) e apostar num grupo de trabalho? Só pode ser piada de mau gosto o pessoal querer voltar agora (colombo vai morrer de rir). E essa história de se não der certo o frupo de estudos voltamos para greve? Vamos pensar com a cabeça nãoo com o dedo do pé.
    Prof. Gefferson (EEBIMT - Palhoça)

    ResponderExcluir
  58. SINTE somos todos nós professores, dizer algo deles agora seria brigar com toda a categoria, foi o que fez o governo até agora, e nós vencemos sendo unidos!

    ResponderExcluir
  59. Boa Noite pessoal,

    Penso como alguns dos colegas acima...
    Estamos em greve pela aplicação do piso na carreira, e não pela regência que já é nossa por direito adquirido.
    A GREVE CONTINUA, ATÉ QUE O COLOMBO NOS " DEVOLVA " A REGÊNCIA!!!!!

    ResponderExcluir
  60. Por favor, os anônimos que se identifiquem com nome, escola e município. Nada de falar palavras ao vento sem a devida identificação.

    ResponderExcluir
  61. QUE TRISTEZA!VOLTAMOS A ESTACA ZERO.

    ResponderExcluir
  62. Pensei no que escrever, mas não tenho nem muitos argumentos, pois lendo os comentários concordo com muitos, e discordo em partes de outros, mas eu professora Rosane, digo que pra mim chega,fui mais do que meu psicológico aguentava, temos que respeitar a opinião de todos, pois cada um que participou da greve por menor tempo que for, foi um vitorioso, pois a mobilização existiu, e se caso necessário for, para o próximo ano letivo já iniciamos em greve, porém para esse ano pra mim não dá mais, entrei em greve junto com a categoria, e quero voltar pra sala junto com a categoria, se caso os prof. decidirem por continuar estarei junto, mas não sei se suporto isso por mais dias, por isso caro colegas, levantarei meu braço para encerrar, com a condição de voltar ano que vem em greve, caso o grupo de estudos não obtiverem avanços!
    Prof. Rosane

    ResponderExcluir
  63. E vc pq não se identifica? O q estamos fazendo aqui é expondo nossas idéias em um espaço livre de comunicação. E é óbvio q com identificação ou não somos todos educadores em busca de melhores salários e de condições mais dignas de trabalho e isso já é o bastante.

    ResponderExcluir
  64. alguém do SINTE POSTE ALGUMA POSIÇAÕ POR FAVOR

    professora CLEUSA

    ResponderExcluir
  65. A pedido do anônimo das 21:03
    Prof. Geff Sbruzzi, lotado na Escola Irma Mari Teresa, Palhoça (SC).

    ResponderExcluir
  66. Mais uma vez tem alguém querendo nos confundir. É fácil perceber que é a mesma pessoa que pede o fim da greve. A maioria quer o PISO. Estamos em greve pelo PISO ! Já estamos "na chuva" agora o mais difícil passou. Vamos lutar pelo nosso direito. GREVE ATÉ O GOVERNO PAGAR TUDO QUE NOS DEVE!!!!!

    Profª Lucia - Rio do Sul

    ResponderExcluir
  67. Ei anônimo das 21:03, já me identifiquei. Agora é a sua vez. Estou no Aguardo.

    ResponderExcluir
  68. Prof. Rosane é de Blumenau

    ResponderExcluir
  69. Regina Dias, Blumenau3 de julho de 2011 21:11

    Não se esqueçam que em 2012 o governo federal dará aumento para o piso nacional. Ao mesmo tempo em que o governo de sc devolverá a regência. Ele poderá alegar não ter dinheiro e dizer que já tivemos aumento (pois estará nos devolvendo a regência) CUIDADO SINTE/SC

    ResponderExcluir
  70. Não sou o anônimo tá....rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  71. ANONIMOS -> selecionem o perfil NOME/URL e digitem na caixa o nome e nada no URL e assim o nome aparecerá e não anônimo

    ResponderExcluir
  72. Penso que o SINTE não deveria convocar Assembléia, pois isso que foi apresentado não caracteriza-se proposta para fim da greve.

    ResponderExcluir
  73. lendo e relendo tudo penso kd o comando pra se manifestar sobre tudo isto lembem se, nossa luta é pelo PISO SALARIAL E CARREIRA E NÃO REGENCIA q é nosso por direito e por lutas anteriores, q venha o piso em 12 ou 15 vezes mas q venha, pois o ano q vem teremos o custo aluno q é de 22%, e ai teremos q fazer outra greve pra q não seja pago em dez vezes de 2.2 % por favor repensen e pensem bem temos folegos ainda pra mais e muito mais nunca vi algo tão coeso como este movimento. luis schneider passo de torres região do vale do ararangua

    ResponderExcluir
  74. IMPEACHMENT JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  75. o governo quer antecipar a assembleia estadual, pq não vai pagar os dias parados. O prazo termina amanhã. Ou vcs já esqueceram? Muito cuidado. Ele está querendo ganhar tempo. Nossa luta é pelo piso na carreira e não por recomposição de regencia e aulas excedentes. Tem gente do governo infiltrada aqui querendo nos confundir.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  76. Aí prof Rosane, no inicio do ano eles se armam mais que nós, como aconteceu em 2008, e mais uma vez........ Vamos aguentar mais um pouco, voltar para sala agora e dizer o que? voltei pque? pque não aguentei ficar lutando por um salário melhor? Porque não tive forças para lutar por minha dignidade? Por uma educação de valor? Vamos ser mais fortes que eles, unidos venceremos. Pensem nos prof que estão acampados na sede da secretaria, eles estão "sofrendo"por uma luta nossa, coragem vamos ficar unidos mais do que nunca até a vitoria ou pelo menos até o gov entender que não pode mudar o foco da greve. FORÇA

    ResponderExcluir
  77. os professoes que venham a aceitar tal proposta, caso o sinte ponha em discussão na Assembléia, que tenham a decência de assinar um documento aceitando e abrindo mão de outros ganhos, caso consigamos mais do que esse confisco devolvido em parcelas e mordido.

    Lia/fpolis

    ResponderExcluir
  78. Comando de greve postem uma posição.
    estamos no aguardo
    Profª Rose - Blumenau

    ResponderExcluir
  79. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  80. Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)3 de julho de 2011 21:19

    Moçada. Não adianta jogar pedras no comando. Eles apenas receberam a proposta e vão apresentar para a categoria. Cabe a nós (da base) acatar ou não.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  81. Fica claro que tem alguém infiltrado aqui e pedindo o fim da greve. Não entramos em greve para perder direitos e sim para que seja aplicado o que é nosso de direito. A greve continua, é claro, ou perdemos tempo à toa? Esperemos pra ver o que o SINTE dirá e não vamos execrá-los sem saber a posição tomada. Quem decide se voltamos para sala de aula somos nós, o SINTE nos representa e confio neles. Aplicação so piso nacional - a nós concedido pelo supremo - já ou em parcelas até final do ano. O resto nem se negocia, já é nosso.

    ResponderExcluir
  82. Estamos neste momento entre a cruz e a espada, penso que n cabe a nós julgar a frete de greve do SINTE, todos estamos exaustos, cansados, com nossa paciencia no limite, cabe agora analisarmos com calma tudo o que aconteceu até agora, e convenhamos o comando de greve lutou conosco sempre, quantos dias passaram horas e hooas interminaveis tentando negociar com um governo irredutivel, a proposta apresentada n é nem perto do q esperavamos, realmente o avaço é minimo, mas ha o avaço de recebermos de volta a regencia, comparando com as duas ultimas propostas, penso q temos q analisar, e ver se este é o momento certo de recuarmos, mas ja pensando em uma volta caso os estudos apresentados n levem a lugar algum. PRECISAMOS DE MUITA CALMA NESSA HORA

    ResponderExcluir
  83. Luis Schneider Passo de Torres3 de julho de 2011 21:22

    não ainda estou criticando nosso comando e estou ciente quando é estressante estar la na frente de batalha bem como nós aqui em nossas escolas mas não pensen em levar pra uma assembelia questão de regencia por que teremos a mesma questão de 87 onde quase fomos pra o tapa entre nós colegas, sem contar q hoje a s tecnologias estão a nosso favor algo q não acontecia na epoca sejamos criticos, pensantes e acima de tudo dignos pela nossa busca o qual vcs sabem qual é PISO E CARREITRA abraços

    ResponderExcluir
  84. Pelo visto, a tabela é a mesma da proposta do governo e não a do Sinte, a regência que foi tirada evolui muito pouco no ano de 2011. Plano para aplicação da carreira só evolui com estudos mediante grupo de trabalho entre governo e Sinte, assim sendo, não ví praticamente nada de melhorias. Greve de 50 dias para isto? descontos dos dias parados no contra cheques? Os docentes sairam todos juntos e devem voltar todos juntos, mas vejo que os maiores perdedores são os professores, pois a lei do piso não foi cumprida.

    ResponderExcluir
  85. Colegas! Sou de extremo oeste e estou em greve desde o dia 18 de maio. Tivemos uma reunião sábado com a regional de Palmitos e é notável que a greve vai esvaziar. Aqui ninguém mais aguenta. Estamos felizes? NÃO! Tenho certeza que quem ainda está na greve voltará nesta semana, independente do resultado da assembléia. Concordo com algumas opiniões, vamos voltar EM ESTADO DE GREVE.

    ResponderExcluir
  86. Prof Eliane, obrigado pelo apoio!
    Prof Lia, assinar um documento? Nossa sou prof tanto quanto vc, aceitar a proposta n~ao quer dizer que estou abrindo mao do meus ganhos, sei bem do que passamos, mas tudo tbm tem limite, e o meu est'a no fim,entendo e comprendo a decisao de tds e respeitarei a maioria como disse no meu comentario, se nao sabes leia novamente.
    Desculpe a falta de acentos o pc dessa vez nao esta me obedecendo.
    Prof. Rosane

    ResponderExcluir
  87. Anônimo de Palmitos. Identifique-se. Nome e Escola, por favor.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  88. Em momento nenhum a nossa proposta foi estudada. O governo tentar nos driblar com os seus "avanços".
    Não vamos cair nessa. Devolver a nossa regência que nos foi roubada, é um dever. Lutamos pelo piso na carreira. Sem isso, não podemos retornar às aulas. Vamos permanecer unidos até a vitória.

    ResponderExcluir
  89. Fico me perguntado como poderei voltar para a sala agora e olhar para meus alunos e seus pais e dizer. Ficamos 45 dias em greve para voltarmos com a promessa de que o governo vai devolver em doses homeopáticas o que nós já recebíamos antes da greve. Colegas, não subestimem a inteliGência de seus alunos. Agora a sociedade astá a nosso favor. Depois... tenho minhas dúvidas. Cadê a nossa diginidade????
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  90. Sugiro que façamos uma grande passeata no dia da assembleia, deixando claro que vamos voltar descontentes e que não vamos cochilar até janeiro de 2012.
    Iara - Palmitos

    ResponderExcluir
  91. Se voltarmos agora, não contem comigo para uma nova greve, ano q vem ou sei lá qdo.
    Professora Paula.
    GREVE pelo Piso na CARREIRA.

    ResponderExcluir
  92. Profª Rose Blumenau3 de julho de 2011 21:36

    A Secretaria de Comunicação emitiu a seguinte noticia esta noite sobre a reunião do governador com o sinte: “Em uma reunião extraordinária realizada na Casa D´Agronômica, neste domingo (3), o governador Raimundo Colombo se reuniu com os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte). O objetivo foi atender a uma solicitação do Sinte apresentada na reunião de sexta-feira (1º), de buscar a antecipação da recomposição da regência de classe, de forma parcelada, ainda este ano. “Não estamos fazendo contraponto e nem queremos desqualificar o movimento. Queremos é achar uma saída e acabar com a greve para que as famílias e os alunos catarinenses não sejam prejudicados”, afirmou o governador.

    Na proposta final, que mantém o diálogo aberto e propõe a formação de um grupo de trabalho para debater o plano de carreira, o Governo propõe que a reestruturação da regência de classe comece já no vencimento de agosto. Os índices das séries finais e do ensino médio, que hoje estão em 17%, passariam para 20%. Os percentuais das séries iniciais, que estão em 25%, passam para 30%. Em janeiro, os índices serão pagos integralmente e voltam para 25% e 40%. Com isso, o impacto na folha de pagamento será de R$ 27,5 milhões ao mês. “Chegamos ao limite financeiro e temos uma responsabilidade com o Estado. Não há como aumentar mais esse valor, senão teremos detrimento de outras áreas”, reafirmou Colombo.

    O Governo do Estado deixou claro aos representantes do Sinte que essa é uma tabela inicial e que o plano de carreira e as melhorias na Educação em Santa Catarina serão debatidas e feitas em conjuntos no grupo de trabalho que será formado entre o Governo do Estado e os professores. “O momento é de entendimento. A questão não se encerra aqui, temos no grupo de trabalho uma maneira de melhorar ainda mais e valorizar o Educador”, afirmou durante a reunião o vice-governador Eduardo Pinho Moreira. Os representantes dos professores levarão a proposta final do Governo à categoria nas assembleias que serão realizadas nesta semana.

    Além do governador e do vice, participaram da reunião os secretários da Fazenda, Ubiratan Rezende, da Administração, Milton Martini, e o técnico da pasta, responsável pelas simulações na folha, Antônio Carlos Dacol, da Educação, Marco Tebaldi, e o adjunto da pasta, Eduardo Deschamps, e o procurador geral do Estado, Nelson Serpa, que, em conjunto com os titulares das pastas, fazem parte do grupo gestor.”

    ResponderExcluir
  93. LUIS SCHNEIDER PASSO DE TORRES3 de julho de 2011 21:36

    putz alguem peça pra esta rosane deixar de ser pelega nossa ja chateou demais não quer mais ficar em greve tudo bem mas para de encher nossas cabeças com abobrinha volta pra tua aula quiete e deixa nós q buscacmos algo mais lutarmos inclusive por vc putz grilo bjus

    ResponderExcluir
  94. Profa. Iara, passeata para mostrar que voltamos descontentes. Vc não tem dignidade? Quantos dias vc ficou em greve?
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  95. Professora Rose Blumenau3 de julho de 2011 21:40

    Postado no Blog do Moacir Pereira ás 20:27
    Prestem atenção, estão no limite de 27 milhões, começaram com 14 milhões, se aguentarmos mais um pouco alcançaremos o nosso objetivo piso sem perdas anteriores. Amanhã o governo tem que pagar os dias descontados

    ResponderExcluir
  96. Não vamos aceitar uma proposta dessas. O SINTE poderia se pronunciar, mas quem decide o fim da greve são os professores. Quem estiver sentindo insegurança ou cansado deve pensar que nesse país nada se consegue sem esforço. 46 dias de greve não é nada. Lembrem-se que em 1984 os mineiros da Inglaterra fizeram uma greve que durou um ano. Tbm não tiveram salários nesse ano de greve. Já fizeram o cálculo no seu salário com a proposta do governo? Não vai aumentar nadadinha minha gente. Vamos perder um direito adquirido que é a regência e não vamos ganhar nada. Quem se sentir cansado vá descansar e sofrer por estar roendo a corda. Professora ElianaG -Mafra

    ResponderExcluir
  97. COLEGAS!
    PELO AMOR DE DEUS, RACIOCINEM. ENTRAMOS EM GREVE PELA APLICAÇÃO DO PISO NA CARREIRA, PARA QUE O GOVERNO CUMPRISSE A LEI DO PISO. O GOVERNO EM CONTRAPARTIDA, DE FORMA ARBITRÁRIA RETIROU-NOS A REGÊNCIA DE CLASSE PARA COM ELA COMPOR O PISO, E AGORA OEFERECE COMO SE FOSSE UMA CONQUISTA.
    E, PIOR, TEM GENTE QUE ACHA QUE ESTAMOS AVANÇANDO!!!
    SOMOS PROFESSORES, PRECISAMOS TER O MÍNIMO DE PERCEPÇÃO DOS ACONTECIMENTOS! NÃO ACREDITO QUE ENTRAMOS NA GREVE PARA PERDER DIREITOS JÁ ADQUIRIDOS!

    ResponderExcluir
  98. O clima aqui é pesado.
    Mesmo assim quero registrar meus votos de agradecimento ao SINTE. Obrigada pela coragem e garra do grupo e dizer:
    Que falta de respeito com nosso sindicato! Baixaria desses que estão postando críticas ao SINTE, sabedores de que o sindicato somos todos nós. Dá licença!

    Prof. Iara em greve há quase 50 dias. Pertenço a maior escola do município onde temos 60 docentes e apenas 12 ainda estão na greve.
    ESCOLA DE ED. B. FELISBERTO DE CARVALHO

    ResponderExcluir
  99. Quero dizer que muitos dos que estão comentando aqui, não fizeram greve ou fizeram uma semaninha pra tirar umas férias e agora vem querer dar palpites. Continuem na sala seus toupeiras. Ou vistam o pijama.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  100. Profa Iara, só estou questionando seu tempo de greve, pois em um comentário seu no blog do Moa Pereira, vc falou que ficou uma semana na greve. Se vc quiser eu resgato seu cometário e posto aqui.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  101. Por Favor colegas, vamos manter a calma. Nao adianta entrarmos em conflitos entre nos mesmos, afinal estamos do mesmo lado, contra o governo.

    ResponderExcluir
  102. Prof. Geff

    Eu não tenho dignidade? Será?

    ResponderExcluir
  103. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  104. Moçada, agora que eu já enchi o saco de um montão de colegas. Vamos falar sério e desarmados de emoções. Temos uma semana importante pela frente. Onde termos que tomar mias uma importante decisão. Decisão está que poderá mudar os rumos da greve até aqui. Portanto, é necessário que esfriemos a cabeça e hj à noite reflitamos sobre estes 45 dias de greve e façamos um prognóstico de como será nosso futuro. Agora é hora de nos debruçarmos sobre os cálculos e ver se vale ou não continuarmos. Eu, particularmente, acho que se recuarmos agora, mesmo ganhando um pouco, perderemos muito a longo prazo.
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  105. PENSEM NO QUE VCS IRÃO DIZER AOS ALUNOS QDO ESTES PERGUNTAREM: _PROF. VCS CONSEGUIRAM O QUE PRETENDIAM COM ESTA GREVE?
    A RESPOSTA RACIONALMENTE VIÁVEL SERÁ: NÃO!

    ResponderExcluir
  106. Gente olha a baixaria. Estamos com os nervos a flor da pele, mas não justifica falta de educação. Acho que cada um deve postar o que acha sobre o conteúdo do blog, mas sem tentar fazer a cabeça dos outros. Para isso existem as assembléias. Quem estiver a fim de colocar sua opinião em publico que use a palavra nessa assembleia. É muito fácil postar um prenome e uma cidade. Mas existem milhares de pessoas com esse mesmo nome na tal cidade. Mas acho que aqui só teríamos que expressar nossa opinião e esperar o que vai se decidido amanhã.

    ResponderExcluir
  107. Prof. Geff e Prof. Iara. Estou querendo saber informacoes sobre a greve e vcs ficam ai trocando figurinhas como se fosses alunos de primeira serie. Me polpe por favor.

    ResponderExcluir
  108. Leiam com muita atenção o que está no link a seguir e reflitam.
    http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default.jsp?uf=2&local=18&section=Pol%EDtica&newsID=a3374659.htm
    Prof. Geff (EEBIMT- Palhoça)

    ResponderExcluir
  109. Falta de respeito chamar o comando de greve em um domingopara apresentar essa "falsa" proposta.

    ResponderExcluir
  110. SINTE, por favor emita uma nota na imprensa também!!!

    A Sociedade Catarinense tem que entender a verdadeira situação!

    Se vocês deixarem tudo ir com a correnteza, verão a população somente com o que o governo diz! E diz equivocadamente!

    SINTE, ACORDA!!!

    NOTA IMPRESSA EM JORNAL JÁÁÁÁ!!!! e PRA ONTEM!

    ResponderExcluir
  111. Perfeitamente, prof. Geff. Perderemos a longo prazo enquanto carreira, a médio enquanto motivação para trabalhar e a curto prazo a moral diante dos alunos que, como disse nosso amigo das 22h, irão indagar tão logo retornemos se conseguimos fazer valer nossos direitos. O pior de tudo é a lição que fica e da qual não precisa de professore para ensina-los: lei em nosso país nem sempre é pra ser cumprida integralmente!O que ensinar depois disso?

    ResponderExcluir
  112. Os únicos a se pronunciarem à Sociedade, ainda que com mentiras, tem sido o governo.

    SINTE,AJA, FAÇA ALGUMA COISA, VÁ À TV, JORNAIS, RÁDIOS! mas esclareça a situação DETALHADAMENTE para as pessoas!

    Senão cai todo mundo na conversinha mansa do governador.

    ResponderExcluir
  113. Colegas ,CALMA.
    Não vamos perder o foco, nosso embate é com o governo,agredindo-nos desta forma estamos fazendo o jogo "dele" que é desestabilizar a nossa categoria. Entendo que todos estamos cansados e revoltados, mas a união e o respeito aos colegas é essencial neste momento.
    Relembrando, entrei em greve pela aplicação do piso na carreira, e não para ver minha regência surrupiada e devolvida em suaves prestações.
    Prof Carla -EEB de Meleiro

    ResponderExcluir
  114. Sugiro que o SINTE publique no DC de amanhã a correção para a notícia dada pelo clicRBS, que diz que a principal reivindicação é a regência.

    Temos o direito e o dever de fazer a população entender a real situação.

    ACORDA SINTE!!! cade o comando de greve que não desmente essas coisas?

    Esses dias no jornal do almoço, a karen fabiani teve o despautério de comentar: "Quero ver é reporem essas aulas depois..."

    E diante de declarações do tipo, ninguém faz nada?

    PRECISAMOS MAIS DO QUE NUNCA DA INTERVENÇÃO E-FE-TI-VA DO SINTE!!!

    ResponderExcluir
  115. Ei tem alguém usando meu nickname pra criar confusão. Este espaço é para ser usado para discutirmos os rumos da greve e não brigarmos. Pois o governo conta com a nossa desmobilização.
    Prof. Geff

    ResponderExcluir
  116. DISCORDO da paciência e da racionalidade, a partir de agora. Numa escala de hierarquias se o governo não foi racional até agora, por que eu deveria? Motorista de Ônibus qdo faz greve é racional qdo deixa uma população á deriva, precisando de médico ou outro serviço básico? NÃO!estamos agindo de forma muito romÂntica. Ingenuamente romÂntica!

    ResponderExcluir
  117. Tudo conversa bonita, mas e os ACT's que a partir de Dezembro estarão sem trabalho? Para nós, o aumento em Janeiro não vai ajudar em nada.

    ResponderExcluir
  118. FORÇA, HERÓIS!
    Vocês vão conseguir! Juntos e determinados! Mais fortes do que nunca!

    Mando minhas energias positivas de mãe de aluno que quer uma Educação valorizada de verdade!

    ResponderExcluir
  119. Professores, não vamos entrar no jogo do governo. É isso que eles pretendem! Devemos usar nossa raiva e indignação como munição nesta guerra contra os gestores e não contra nossa categoria. Quem se sentir bem em sair da greve e voltar a sua escola com esses "avanços" que o façam, mas não antes de irem a assembléia estadual e votar contra a continuação da greve.

    ResponderExcluir
  120. Na matéria do DC on line depois da reunião diz que os prof estão em greve por causa da regência de classe.Tem um link que fala em corrigir e comentar a matéria, jà postei minha correção. Quanto mais prof forem corrigir, maior a chance de melhorarem a informação.

    ResponderExcluir
  121. Obrigado a todos os professores que lutam pelos direitos de todos. Nós todos nós sabemos que muitos professores estão na boa fazendo pescarias e curtindo umas férias, enquanto temos outros dando a cara a tapa. É claro que temos todos os tipos de profissionais, temos os que são professores por que querem deixar a sua contribuição para o mundo da educação e sonha em talvez mudar a cabeça dos jovens e talvez formar cidadoes mais comprometidos e temos outros que entraram para a profissão por falta de qualidade pra fazer outra coisa, o que é claro, não é muito diferente em suas regências de classe.
    Bem Interesse nesse comentário é agradecer àqueles que realmente estão lutando por uma educação melhor, buscando assim uma valorização de sua profissionalização, mas àqueles que só estão nessa pelo salário, gente, vão fazer outra coisa, desistão da educação, busquem outra profissão, tem tanta coisa que paga mais. eu creio que a educação será assim mesmo, eu acho que é assim mesmo, a educação sempre será desrespeitada, mas imaginem só o que pensarão os alunos que lerem esses comentários acima sobre a EDUCAÇAO dos seus educadores. Obrigado aos profissionais da educação que lutam por um país melhor, não apenas por um aumento no salário. Respeito é fácil de falar, mas difícil de se explicar.

    ResponderExcluir
  122. GOSTARIA QUE O SINTE COLOCASSE, PARA O GOVERNADOR, COMO CONDIÇÃO PARA O TÉRMINO DA GREVE QUE O GOVERNADOR VIESSE A PÚBLICO SE RETRATAR QUANTO A CRIMINALIZAÇÃO FEITO POR ELE AOS PROFESSORES EM SEU MOVIMENTO JUSTO DE GREVE.

    ResponderExcluir
  123. PREZADO(A)S E NOBRES COLEGAS,
    O SINTE não decidiu nada, pois, que decide é a ASSEMBLÉIA GERAL: todos juntos, porque juntos decidimos iniciar a greve e juntos deveremos decidir pelo término ou não. Sou PRF. IVO, de Angelina (EEB Nossa Senhora). Portanto, o SINTE não tem esse poder de decisão. Só está intermediando. Os colegas que já escreveram anteriormente contra o SINTE, acho que não entendem de SINDICALISMO, democracia... O SINTE agora é o nosso representante, mas não decide sozinho, decide com todos. Os colegas que estão falando mal do sinte ou estão mal informados ou estão querendo fazer o jogo do COLOMBO, são infiltrados, querendo dividir a categoria. Não faço parte do SINTE, nuca fiz. Muito cuidado, então, com os colegas que criticam gratuitamente o nosso sindicato. Entretanto, a colega ALVETE BEDIN, não pode ficar tão silenciosa assim. Deve escrever, ao menos, algum esclarecimento do encontro, um detalhamento melhorado da contraproposta do governo. O vosso silencio, nobre colega ALVETE, é muito triste, desanimador para todos. Não precisa explicitar sua posição ou sua decisão. Mesmo porque isto cabe a ASSEMBLÉIA GERAL. Mas, DEVE dizer algo. O líder dever ser a luz que ilumina, conduz todos os liderados. Então, por favor, SE MANIFESTE MULHER !!! Não deixe ninguem esperando.
    PROPOSTA MAIS CORRETA POSSÍVEL: 1º)- Assembléia Geral só depois de pagar os descontos, portanto, se TRJ negar a decisão do juiz da 1ª instância, não se faz assembleia - caso antecipar para 3ª feria a ass. geral, estaremos sendo enganados pelo Tebaldi. 2º)- terminar a greve só com proposta de pagamento do PISO,quando começa e termina, pois, entramos na greve por isso aí; 3º)- regência não deve ser tema de negociação, é direito estabelecido e constituído, não pode ser mexido muito menos negociado sua devolução roubada; 4º)- todos devemos estar conscientes que já foi sacado fora o prêmio educar/jubilar, o prêmio assiduidade e diminuição da % da horas excedentes; 5º)- o governo já deveria estar preparado para enfrentar esta parada, as suas atitudes do momento são nada menos do que manobras protelatórias interesseitos. A LUTA CONTINUA!

    ResponderExcluir
  124. DENISE - PALHOÇA3 de julho de 2011 22:48

    ELE QUE VÁ PEDIR DINHEIRO PARA O RATÃO DO BANHADO (LHS)QUE É O RESPONSÁVEL POR TODOS ESSES TRANSTORNOS. QUERO O QUE É MEU POR DIREITO INTEGRAL E NÃO PARCELADO ATÉ JANEIRO DE 2012. O PISO ATÉ ACEITO QUE PARCELE, MAS MINHA REGÊNCIA E AULAS EXCEDENTES NÃO.

    ResponderExcluir
  125. Assembleia estadual dia 6 de julho (4ª feira)
    Em Florianóplis
    O comando estadual de greve, reunido neste domingo à noite, marcou assembleia geral para a próxima 4ª feira (6 de julho), em Florianópolis.
    O local será divulgado nas próximas horas.

    ResponderExcluir
  126. Não sei mais o que pensar..A tristeza tá grande, com o descaso para com a categoria.. Penso que temos que manter calma e ter cautela... Marisa

    ResponderExcluir
  127. Reproduzindo: “Nota do governo sobre a reunião”
    1. Rita de Cássia diz:( Seu comentário está aguardando moderação.)
    3 de julho de 2011 às 10:44 pm
    Na página do “blog da greve” há muitos comentários cheios de indignação. http://sinte-sc.blogspot.com
    Custo a crer que em pleno domingo, a reunião marcada foi para discutir “regência” e “aulas excedentes”!
    E o piso? Folha suplementar?
    Limite no orçamento? E os 900 milhões, já economizados?
    Reproduzo o que li aqui, e aproveito para agradecer ao Moacir ( que Deus o abençõe, sempre!)
    “1. Fernando Luis Ramos diz:
    18 de junho de 2011 às 10:36 am
    Caro Moacir,
    Respondendo ao amigo professor Gabriel Saviano Lopes;
    O QUE FALTA É MUITA VERGONHA NA CARA DO GOVERNADOR E SEUS SECRETÁRIOS!!!
    - Santa Catarina nos últimos 6 meses fez uma economia de R$ 900 MILHÕES
    - No balancete financeiro de 2010 LHS deixou SALDO POSITIVO
    - Na proposta do SINTE (parcelamento do piso), não comprometeria nem 0,05% do tesouro
    RAIMUNDO COLOMBO E SEUS SECRETÁRIO MENTEM E SIMPLESMENTE NÃO QUEREM PAGAR OS PROFESSORES
    Não esquecendo que na proposta (OS PRÓPRIOS PROFESSORES PAGAM SEUS “AUMENTOS), tirando da regência e incorporando nos vencimentos.
    SANTA CATARINA, ESTADO EM QUE AS PESSOAS NÃO ESTÃO EM PRIMEIRO LUGAR
    2. Paulo Roberto Bach diz:
    2 de julho de 2011 às 4:10 pm
    Bom tarde Moacir. Valeu Denner.
    O colunista Roberto Azevedo mostra em sua coluna de hoje, que esse governo não é sério: vamos ao comentário.
    Seis meses depois
    Existe um consenso dentro do Centro Administrativo do governo do Estado, meio ano depois de iniciada a atual administração: a greve dos professores da rede pública estadual travou o processo de divulgação de investimentos e um pacote de obras que o governador Raimundo Colombo pretendia levar adiante depois dos primeiros 120 dias de administração.
    O temor está em mostrar que o governo conseguiu economizar mais do que os anunciados R$ 900 milhões por conta de uma política de contenção e racionalização de gastos da máquina pública, o que geraria o desconforto diante do limite de R$ 22 milhões por mês no pagamento dos salários do magistério estadual.
    O argumento governamental não satisfaz a sociedade catarinense, cuja preocupação não se limita ao pagamento dos salários dos servidores públicos estaduais, em que pese, pela enésima vez, relatada pela coluna, a justa reivindicação salarial dos professores pelo pagamento do piso nacional da categoria. A garantia dos índices de regência de classe (entre 25% e 40%) deve ser ponto de negociação. Tampouco devemos imaginar que a estrutura que deve atender às demandas do cidadão, que paga os impostos e se impõe como foco permanente do governo e do funcionalismo, fique à mercê de erros do passado, com equivocadas políticas salariais baseadas em abonos.
    A atual fase do governo, seis meses após seu início, é de consolidação. O verbo decolar passou a ser o mais utilizado por integrantes da base, alguns deles descontentes na Assembleia, e de membros do próprio governo para marcar esta primeira etapa. Enquanto o impasse com a greve persiste, é palpável imaginar que o avião está na pista, abastecido. Falta a autorização para levantar vôo.
    Penso que dispensa mais comentários. E eu sentado aqui na praça dando milho aos pombos.
    Colegas do acampamento, sinto orgulho de fazer parte desta categoria. A LUTA CONTINUA.”
    É isso. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  128. DIREITOS ADQUIRIDOS NÃO SE MEXE.

    QUEREMOS A APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS.

    SE O GOVERNO DIZ QUE NÃO TEM DINHEIRO QUE SE EXPLIQUE NA JUSTIÇA E VA RECORRER AO GOVERNO FEDERAL.

    ResponderExcluir
  129. O GOVERNO TEVE DESDE 2008 PARA SE ORGANIZAR.

    TABELA SALARIAL COM VALOR DO PISO PROPOSTO PELO MEC.

    ONDE ESTA O DINHEIRO DO FUNDEB PARA PAGAR OS PROFESSORES GOVERNADOR?

    GASTOU? ONDE MESMO QUE FOI?

    ResponderExcluir
  130. LI MUITA COISA AQUI E, ESTAVA PRONTO PRA POSTAR QUE PERDI A FÉ! (NO GOVERNO FAZ TEMPO), MAS ACABEI DE LER O DEPOIMENTO DE UMA MÃE DAS 22:22 E ME EMOCIONEI. VOU DORMIR COM ESTA PROVA DE FORÇA.PRECISO PARA DESCANSAR EM PAZ!OBRIGADO, MÃE!

    ResponderExcluir
  131. A GREVE CONTINUA!!!

    ResponderExcluir
  132. Desse jeito não dá A GREVE CONTINUA...ISSO LÁ É PROPOSTA? E ESTAMOS EM GREVE PELA APLICAÇÃO DO PISO NA CARREIRA!!NADA DE NEGOCIAR REGÊNCIA...

    ResponderExcluir
  133. Ao meu ver a greve continua com essa proposta!!

    Prof Mara

    ResponderExcluir
  134. Caros colegas:
    1º- Se esse governo fosse honesto, no primeiro mês de governo já deveria ter conversado com os representantes do magistério.
    2º- O que ocorreu hoje foi negociar regência e hora atividade, DIREITOS INEGOCIÁVEIS, pois são direitos adquiridos há muitos anos. O encontro foi desfocado, que é o PISO SALARIAL NA CARREIRA.
    3º- Se o governo protelou até agora, vocês acreditam que haverá grupo de trabalho? E Para quê? Se o governo já perdeu em 02 investidas contra a Lei Federal (acreditam em papai noel)?
    4º- A greve, último recurso, já que nessas últimas semanas recusou-se a conversar com a categoria, é pela LEI DE APLICAÇÃO DO PISO NACIONAL NA CARREIRA, e não outras misérias aquinhoadas ao longo dos anos com muita luta e dignidade pelos professores.
    5º- De acordo com a metáfora do jardim, o governo é a erva daninha que tenta sufocar as flores que florescem (professores e alunos com motivação ímpar).
    6º- Não adianta o governo querer parcelar misérias que não aceitaremos nas Assembléias Regionais e Estadual.
    7º- Os colegas que não conseguem combater o bom combate, pensem que legado deixarão às próximas gerações incluindo as proles de alguns deles?
    8º- Nós ultrapassamos as fronteiras da luta pelo Piso Nacional e outras solicitações, mostrando à sociedade catarinense para onde estavam sendo DESVIADOS RECURSOS DIRETOS PARA A EDUCAÇÃO em nosso estado.
    Se as leis funcionam neste estado e neste país, o governo atual deve receber intervenção federal, já que as contas do governo anterior não são recomendadas sua aprovação pelo TCE. Algo de muito ilícito ocorre nas contas do governo estadual envolvendo a "plêiade" do executivo, legislativo e judiciário!!!!! Quem pode agir honestamente para se redimir e dar o bom exemplo?
    O povo ordeiro e labutador catarinense (classe do magistério) não pode ser alcunhado de salafrário!!!!
    9º- Já observaram que o governo empurra com a barriga para tirar proveito das discussões entre nós tentando enfraquecer o movimento? Vocês lembram dos "CARAS PINTADAS"? A maioria de nós é dessa época. Onde estão ficando a garra, disposição, politização, conhecimento de causa, e sabemos onde está o dinheiro surrupiados da classe!?
    10º- Se nós iniciamos uma luta com um objetivo claro e coerente (que as leis sejam respeitadas, e cumpridas!), o porquê de recuarmos agora? Porque jamais haverá reaglutinação e "ficarmos em estado de greve", isto não existe na prática.
    11º- Mesmo com a máquina e a mídia na mão (isto pode ser interpretado como improbidade administrativa), o povo catarinense sabe que há recursos. O governo não os paga por intransigência ("dê o poder a um homem e lhe direi quem é"), inconsequência, inoperosidade, habilidade, humildade e acima de tudo honestidade.
    Quem deve tentar ludibriar, de novo, o povo catarinense, é o sr. Colombo e comitiva....!
    12º- Nós repomos os dias paralisados, desde que nos pague o que lhe é devido por Lei.
    13º-A culpa insofismável da inviabilidade do ano letivo está NAS MÃOS DO GOVERNO. Este (des)governo é muito capcioso, além de coagir professores pelos seu gerentes e diretores a retornarem ao trabalho desmoralizados.
    14º-E por último.... COMANDO DE GREVE, não retornaremos se não forem aceitas nossas propostas, afinal a implantação do Piso Nacional já foi esticado para 10 meses... é o extremo do máximo que podemos fazer.
    Não adianta nos chamar para a Assembléia Estadual, nestes termos do governo, que o referendo certamente será NÃO.
    - Cara amiga Alvete, como proposto acima é bom que a colega como nossa representante, poste uma opinião sem oferecer julgamento de juízo, pois a Assembléia é soberana em suas deliberações. Haveria muitas colocações, mas pauto-me no referendado na última Assembléia, com pontos isolados passíveis de serem discutidos.
    Força, estamos aqui para deliberar com o mundo das ideias e não no troglodismo assumido por este governo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  135. Caros professores, nao percam a fé e continuem lutando. A proposta do governo é uma indecencia e nao há avanço algum, apenas enrolaçao. Nao se muda o rumo de coisa alguma sem lutar e essa é hora, nao esquecendo dos colegas acampados com esse frio. Se voltarmos para sala estaremos assinando atestado de covardia e o esforço de todos foi em vao.Vamos em frente e confiemos em nosso sindicato

    ResponderExcluir
  136. Olha, fiquei nervosa desde o momento em que li sobre a nova negociação.
    Mas só posso dizer que é uma PALHAÇADA o que estão tentando fazer com a gente!
    Nossa luta como a maioria vem dizendo, gritando aqui no blog é pela
    implementação do PISO na CARREIRA. Se parcelado, tudo bem, desde que seja
    com DATA MARCADA (e registrada) como já foi sugerido a muito tempo…
    REGÊNCIA não negociamos não, exigimos! Ela é nossa POR DIREITO!!!
    Agora, dizer que teve AVANÇO? Só se foi do tipo desodorante (aquela da marquinha)
    Sr. Colombo, isso não pode ser chamado de proposta, tá mais é para PROBOSTA isso sim.
    Que vergonha sr (des)governador Colombo!
    Só posso dizer que infelizmente a GREVE precisa continuar.

    ResponderExcluir
  137. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  138. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  139. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  140. . Rosane disse...
    Prof Eliane, obrigado pelo apoio!
    Prof Lia, assinar um documento? Nossa sou prof tanto quanto vc, aceitar a proposta n~ao quer dizer que estou abrindo mao do meus ganhos, sei bem do que passamos, mas tudo tbm tem limite, e o meu est'a no fim,entendo e comprendo a decisao de tds e respeitarei a maioria como disse no meu comentario, se nao sabes leia novamente.
    Desculpe a falta de acentos o pc dessa vez nao esta me obedecendo.
    Prof. Rosane

    3 de julho de 2011 21:28


    Citei seu nome? então lave a boca antes de citar o meu que não sou osso para andar na sua boa.

    Isso foi o que ouvi muitas vezes em greves dede 1980,inclusive de comadnos que iam cobrar de quem não aderia e eram muitos antigamente. Do primário quase nenhuma fazia greve pq o marido não queria. Mas gostavam dos ganhos. Por sinal ganhavam até reposição sem dar as aulas, alegavam não terem nada a repor e que os alunos tinham frequência...

    Não mudo o que disse e tomei por base a 'fala' de um professoR, não sua, nem notei sua presença antes de comentar.Se não gostou problema seu. Não citei nome e se a carapuça serviu pode vestir. Não cite meu nome. Tenha mais dignidade e mostre onde não li o quê? 'Táx se achando? Tá cansadinha tá? '
    Entendeu ou quer que desenhe? Muita pretensão de sua parte, guria.


    Lia/Fpolis

    ResponderExcluir
  141. Gostaria de saber sobre a gratificação do ATP.
    Como ficou? Ainda nos 15%?
    Espero que não!!!!!!
    Acredito que o SINTE tenha pedido a mesma percentagem.

    Aguardo resposta.
    SMO-SC.

    Abraços, em todos os companheiros em greve.

    ResponderExcluir
  142. Gente é preciso que a nossa classe permaneça unida até o fim. Colegas que estão voltando, criem vergonha na cara e honrem os seus diplomas de professores, honrem seus colegas de luta.
    Eu sou professor há apenas um ano e estou nesta porque eu acredito que posso ajudar a transformar o mundo em um lugar melhor, e por isso eu ensino todos os dias meus alunos a lutar por aquilo que se é certo.
    Nós professores estamos dando um exemplo há toda população catarinense, um exemplo de como a união faz a força.

    ResponderExcluir
  143. PROFESSORES ...VAMOS MANTER A CALMA...
    AQUI NA MINHA REGIÃO CRICIUMA ESTAMSO 96% EM GREVE, E NEM PENSAMOS EM VOLTAR..
    ESTAMOS CANSADOS SIM , MAIS CANSADOS ESTARIAMOS SE TIVESSEMOS EM SALA DA AULA COM AQUELE MISSEROS PAGAMENTO(QUE NADA MUDOU)
    VAMOS CONTINUAR FIRMES NESSA LUTA..
    NÃO RECUEM.
    O MOMENTO É AGORA, SE VOLTARMOS DAI SIM AS COISAS VÃO PELO RALO....
    PENSEM, REFLITAM..
    O PISO É LEI...COLOMBO TEM QUE NOS PAGAR.
    AS REGENCIAS NÃO ESTAO AI PARA SE NEGOCIADA, ESTÃO AI PARA SER PAGAS.
    URUSSANGA S/C.

    ResponderExcluir
  144. Meus amigos, fiquem gelo, como dizem a galera. Temos que nos focar em quem quer nos desmobilizar com grupos de trabalhos e tantos "alhos..." mais, inclusive com esses anônimos não tendo a dignidade de postar nome completo.
    Isto chama-se "guerra psicológica", temos que ficar atentos agora contra nosso principal inimigo que é o governo, pela capciosidade que usa para embromar os menos desavisados.
    Parabéns profª Lucimara e região. Vocês estão demonstrando ao sr. Eduardo que ele não consegue "costurar nada", e que necessita aprender mais com vocês. Não os conheço,mas muito me enobrece lutar o bom combate ao lado de vocês e demais regionais.
    Os traidores de uma causa podem se entregar, mas os dignos de serem aureolados não definham. O nome de nosso estado é SANTA CATARINA.
    Forte e caloroso abraço.
    A luta continua.

    ResponderExcluir
  145. Queridos professores,
    não sou professora, mas sou esposa do professor Tobal de São José. Sempre que possível participo das reuniões com minha bebê de 8 meses para dar meu apoio (Talvez alguns professores de São José e Florianópolis lembrem de mim). Quero, assim como a mãe que aqui postou, pedir que NÃO ACEITEM A ENGANAÇÃO DO GOVERNO! Eu quero que os alunos tenham orgulho de seus professores e minha filha também possa ter orgulho de dizer que mesmo quando bebê participou de uma greve que obteve ganhos verdadeiros para a categoria. Todos estão cansados! Eu também estou cansada, preocupada,nervosa! Porém de que adianta voltar agora? Como disseram alguns professores, vocês vão dizer aos alunos que voltaram por receberem algo que já é de vocês? Como vocês irão ensiná-los a lutar por aquilo que eles querem? POR FAVOR, SIGAM FIRMES NA GREVE. Se voltarem agora, depois não vai ter grupo de estudos que tenha a força que vocês unidos tem. CONTINUO APOIANDO E CREIO QUE COM DIGNIDADE VOCÊS IRÃO CONSEGUIR O PISO!Não usem como desculpa as contas pra pagar, o cansaço. Todos tem contas para pagar, família... e todos se cansam, mas não esmoreçam!ESTOU COM VOCÊS ATÉ O FINAL! QUE DEUS ABENÇOE A TODOS! SIGAM COM A GREVE PELA DIGNIDADE DE VOCÊS! Com muito carinho e solidariedade ao movimento, Letícia.

    ResponderExcluir
  146. É isso aí sra. Letícia. Certamente seu bebê saberá discernir o certo do errado no futuro.
    Obrigado, não vamos esmorecer, pois de fato, como dizer aos alunos para exercerem a cidadania?
    Abraços e felicidades.

    ResponderExcluir
  147. é uma VERGONHA o sinte levar uma proposta RIDÍCULA dessas para votação em assembléia

    ResponderExcluir
  148. Espero que a classe seja madura o suficiente para refletir sobre a nova proposta. Eu proponho que a greve seja suspensa por um determinado tempo e que a gente veja qual é a força real do grupo de estudo. Senão houver avanços devemos retornar a greve....Pois na minha escola a maior parte dos professores vão voltar independente da assembléia.......PENSE BEM NO QUE VOCÊS VÃO DECIDIRRRRRRRRRRRR

    ResponderExcluir
  149. Pessoal o SINTE trará a proposta e quem decide somos nós. Não vejo porque ficar contra o SINTE. Eles receberam a proposta - não poderiam se negar a ouvi-la. Negociar faz parte do processo. Precisamos nos manter unidos, caso contrário toda a mobilização será vã. Lembrem que temos acampados e lá não está sendo fácil. Muito frio, muito desconforto. Estamos lutando sim! Vamos continuar unidos. Sei que todos estão exaustos sob todos os aspectos. Que disse que fazer greve é fácil? Quem disse que lutar contra o sistema é fácil?! Não podemos nos deixar abater nesse momento. Não vamos perder a calma, pois isso é tudo o que se espera de nós.
    Um abraço aos acampados e obrigada a vocês!

    ResponderExcluir
  150. Espero que a classe seja madura o suficiente para refletir sobre a nova proposta. Eu proponho que a greve seja suspensa por um determinado tempo e que a gente veja qual é a força real do grupo de estudo. Senão houver avanços devemos retornar a greve................

    ResponderExcluir
  151. Anonimo das 10:08 É mais um infiltrado querendo confundir acabeça dos professores, não deem ouvidos a ele

    ResponderExcluir
  152. Anomnimo das 10:15 É o mesmo das 10:08, porém antes ele publicou uma ameaça que o entregou que o mesmo não é professor nem nada, apenas um infiltrado do governo querendo tumultuar, no post das 10:15 ele apaga a ameaça para se fazer passar por professor, já vi esse comentário copiado e colado em outros blogs é do governo com certeza

    ResponderExcluir
  153. Gente! que proposta é essa? isso não é acordo é proposta de briga! como discutir a redução da Reg, Classe e depois recompô-la? Que idiotice é essa? O que está em discussão na greve é o piso!

    ResponderExcluir
  154. Espero que a classe seja madura o suficiente para refletir sobre a nova proposta. Eu proponho que a greve seja suspensa por um determinado tempo e que a gente veja qual é a força real do grupo de estudo. Senão houver avanços devemos retornar a greve....Pois na minha escola a maior parte dos professores vão voltar independente da assembléia.......PENSE BEM NO QUE VOCÊS VÃO DECIDIRRRRRRRRRRRR

    ResponderExcluir
  155. Anônimo das 10:08, das 10:40, das 10:15 você é um disco furado! KKKKKKKKKKKKKK
    Quanto estão te pagando?

    ResponderExcluir
  156. Analu Burigo Haushahn4 de julho de 2011 12:23

    Espero realmente que vocês não caiam na armadilha do governo, fazendo guerra entre professores e desarticulando o movimento. Parem de brigar no blog, sejam corajosos, saiam do anonimato!! Entramos em greve pela aplicação integral do Piso! A proposta do Governo é mais uma piada do Governo e mais uma tentativa de nos ludibriar. Estão tirandO o foco da greve de novo: PISO!!!!!
    Entramos na greve para que se aplicasse o Piso respeitando o Plano de Carreira. Durante esse tempo, o Governo diminuiu os valores percentuais de regência (que já é direito adquirido) entre outras atrocidades ditatoriais. Com isso, além de estarmos exigindo o cumprimento da Lei na íntegra, aida temos que MENDIGAR para que devolvam o que nos roubaram!!! É para tirar o foco, tentar nos matar no cansaço e iludir a população (como sempre)!!!!!
    Alguém sabe responder qual a tabela usada em tal proposta???
    FORÇA, PROFESSORES!!!

    ResponderExcluir
  157. Se a greve acabar agora, não volta mais. Se desestrutura. Talvez ano que vem novamente. Acho melhor resolvermos este ano e nao comprometermos o proximo novamente.

    ResponderExcluir
  158. ALGUÉM SABE ALGO DA FOLHA SUPLEMENTAR????? O SINTE NÃO RESPONDE NADA!

    ResponderExcluir
  159. Tbem gostaria de saber algo sobre a folha suplementar, sera que ela vai rodar hj?

    ResponderExcluir
  160. se eu voltar para a sala de aula agora...esquece...meu orgulho já foi ferido pelo desgoverno...

    sabem o que fiz hoje??? concretei uma laje, ganhei 50 reais...

    e agora voltarei para a sala de aula sem brilho algum em meu semblante...

    ResponderExcluir
  161. Francisco Moretti4 de julho de 2011 19:02

    O abobado do anonimo que escreve acima, so pode ser um daqueles que estao fora da escola ou entao alguem infiltrado do governo para desestimular os companheiros em greve, nao devemos voltar pois se assim o fizermos estaremos assinando um atesado de mediocridade.
    Vsmos continuar firmes na greve.
    Francisco Moretti

    ResponderExcluir
  162. Analu Burigo Haushahn4 de julho de 2011 21:21

    E eu fui trabalhar na cafeteria de uma amiga, para tentar pagar as contas. É isso aí wagner, pelo menos nós lutamos, não temos culpa dos desmandos de nosso governo! Vamos lutar até o final!!! Amanhã tem mais uma decisão judicial sobre a devolução dos descontes. Esse povo que retornou para as salas deveria pelo menos esperar a decisão!!!

    ResponderExcluir