quarta-feira, 13 de julho de 2011

Por 28 a 8 votos, ALESC aprovou PLC 026/2011

Por 28 a 8 votos, a ALESC aprovou na tarde de hoje, 13, o Projeto de Lei Complementar 026/2011 que altera a tabela salarial do magistério.  Pelo regimento interno da ALESC, o projeto não poderia ser votado em plenário no dia de hoje, pelo fato de não ter passado pelas comissões (Constituição e Justiça, Finanças e Trabalho); mas desrespeitando o regimento do legislativo catarinense a bancada governista garantiu sua aprovação.
 Deputados de oposição denunciaram a manobra dos partidos aliados ao Governo Raimundo Colombo e prometeram recorrer judicialmente da decisão.  O SINTE/SC já acionou sua assessora jurídica para uma análise da forma como ocorreu a votação do projeto, e pretende buscar a anulação da votação do PLC 026/2011. O resultado da votação causou polêmica e protestos
Mais de 3 mil trabalhadores em Educação que lotaram a ALESC. Policiais militares e do BOPE foram chamados e houve agressão contra os professores. Uma professora passou mal e foi conduzida para um cardiologista; outras desmaiaram e foram atendidas por soldados do Corpo de Bombeiros. Uma professora foi agredida por um segurança da ALESC e sofreu luxação no dedo; outro professor também teve o dedo machucado devido a agressão dos policiais.
Os trabalhadores do magistério realizaram uma breve reunião no final da votação e repassaram  informes e encaminhamentos aos representantes das regionais presentes. A orientação foi de fortalecimento da greve e exigir que o Governo pague o Piso na carreira.

36 comentários:

  1. INTERVENÇÃO FEDERAL!!!

    A Greve continua.

    Como voltar de cabeça baixa? sem nenhuma dignidade? E ainda: com direitos perdidos?

    É greve!

    Mãe.

    ResponderExcluir
  2. Soube que o governador vai entrar com pedido de ilegalidade da greve. Como foi aprovado o PLC ele está pagando o piso, não na carreira mas paga. E le vai ganhar. Tivemos prova hoje, que tudo ele pode.Estamos voltando para a escola na 6@ feira.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite...

    Se é que podemos chamar esta noite de boa, uma vez que em mais um momento o que prevaleceu foi a humilhação e massacre da classe do magistério público de SC,creio que esta batalha esta quase perdida e o momento é de refletirmos se vale a pena mesmo continuarmos neste ramo, tem sido muito humilhante toda esta situação enquanto que o nosso governador sem vergonha e safado deve estar brindando mais um dia de vitórias.

    Dia negro este que deve ser banido de nossas mentes.

    ResponderExcluir
  4. Queremos saber os nomes deles. Dos inimigos dos professores, dos alunos, dos pais .....porque é isso que eles são. Não podemoos aceitar. Não podemos renunciar a luta!!!!!!

    Olinda -Siderópolis

    ResponderExcluir
  5. Acho que agora é hora de reavaliarmos o movimento, voltarmos para escola em "Estado de Greve", explicar para pais e alunos todos os acontecimentos, tentar nos fortalecer...Estou muio decepcionada e angustiada... Prof. Ana

    ResponderExcluir
  6. Analu Burigo Haushahn13 de julho de 2011 21:56

    Governo não cumpre Leis, 28 deputados não cumprem o regimento do legislativo (sua própria "casa")!
    Mais uma piada!!!
    Gostaria que vocês divulgassem em letras "garrafais" os nomes dos 28 Deputados inimigos da Educação. Temos que divulgar esses nomes para a sociedade, principalmente para a comunidade escolar, para que eles NUNCA recebam nossos votos!!!

    ResponderExcluir
  7. Peço aos integrantes do sinte que providenciem uma carta com o nome dos 28 deputados vendidos para que possamos iniciar nosso combate político. Se todos os professores do estado se unirem, podemos, a partir do próximo ano, "queimar" os candidatos a vereador e prefeito que contam com o apoio destes candidatos sem escrúpulos. Pensem seriamente nisto. Quando provarmos a todos os deputados que temos força política, seremos respeitados.
    Professora Helena

    ResponderExcluir
  8. Analu Burigo Haushahn13 de julho de 2011 22:00

    Governo não cumpre Leis, 28 deputados não cumprem o regimento do legislativo (sua própria "casa")!
    Mais uma piada!!!
    Gostaria que vocês divulgassem em letras "garrafais" os nomes dos 28 Deputados inimigos da Educação. Temos que divulgar esses nomes para a sociedade, principalmente para a comunidade escolar, para que eles NUNCA recebam nossos votos!!!

    ResponderExcluir
  9. LUTO NA EDUCAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  10. O SINTE deveria publicar neste blog o nome dos deputados que votaram a favor do PLC 026/2011 para que os professores conheçam e divulguem a toda sociedade quem é contra a educação pública catarinense.

    ResponderExcluir
  11. QUE A ASSEMBLEIA ESTADUAL SEJA CONCLAMADOA COM TODOS OS PROFISSSIONAIS DE EDUCAÇÃO. APLICAÇÃO DO PISO NO PLANO DE CARGOS E SALARIOS DOS PROFESSORES....

    ResponderExcluir
  12. Importante divulgar a relação dos 28 INIMIGOS DO MAGISTÉRIO CATARINENSE:

    A RELAÇÃO COMPLETA DE 28 INIMIGOS QUE A EDUCAÇÃO PÚBLICA ESTADUAL POSSUI NA ALESC:

    Aldo Schneider (PMDB)
    Antônio Aguiar (PMDB)
    Carlos Chiodini (PMDB)
    Ciro Roza (DEM)
    Dado Cherem (PSDB)
    Darci Matos (DEM)
    Doia Guglielmi (PSDB)
    Edison Andrino (PMDB)
    Elizeu Matos (PMDB)
    Gelson Merisio (DEM)
    Gilmar Knaesel (PSDB)
    Jean Kuhlmann (DEM)
    Joares Ponticelli (PP)
    Jorge Teixeira (DEM)
    José Milton Scheffer (PP)
    José Nei Ascari (DEM)
    Kennedy Nunes (PP)
    Manoel Mota (PMDB)
    Marcos Vieira (PSDB)
    Mauricio Escudlark (PSDB)
    Mauro de Nadal (PMDB)
    Moacir Sopelsa (PMDB)
    Narciso Parisotto (PTB)
    Nilson Gonçalves (PSDB)
    Reno Caramori (PP)
    Romildo Titon (PMDB)
    Silvio Dreveck (PP)
    Valmir Comim (PP)

    ResponderExcluir
  13. A RELAÇÃO COMPLETA DE 28 INIMIGOS QUE A EDUCAÇÃO PÚBLICA ESTADUAL POSSUI NA ALESC:

    Aldo Schneider (PMDB)
    Antônio Aguiar (PMDB)
    Carlos Chiodini (PMDB)
    Ciro Roza (DEM)
    Dado Cherem (PSDB)
    Darci Matos (DEM)
    Doia Guglielmi (PSDB)
    Edison Andrino (PMDB)
    Elizeu Matos (PMDB)
    Gelson Merisio (DEM)
    Gilmar Knaesel (PSDB)
    Jean Kuhlmann (DEM)
    Joares Ponticelli (PP)
    Jorge Teixeira (DEM)
    José Milton Scheffer (PP)
    José Nei Ascari (DEM)
    Kennedy Nunes (PP)
    Manoel Mota (PMDB)
    Marcos Vieira (PSDB)
    Mauricio Escudlark (PSDB)
    Mauro de Nadal (PMDB)
    Moacir Sopelsa (PMDB)
    Narciso Parisotto (PTB)
    Nilson Gonçalves (PSDB)
    Reno Caramori (PP)
    Romildo Titon (PMDB)
    Silvio Dreveck (PP)
    Valmir Comim (PP)

    ResponderExcluir
  14. Lamentável a aprovação do PLC/26.
    Um desrespeito com os profissionais da educação.
    A greve dos professores trouxe a tona as ações ilegais do governo, em prejuízo da educação catarinense. Desconfortável com a situação, o governo utilizou-se das piores manobras políticas para pressionar e intimidar a categoria. Não obtendo sucesso, apelou para mais uma medida ilegal (PLC/26), com o apoio de seus aliados políticos, para por fim ao movimento. É o que melhor sabem fazer.
    Mas, este movimento continua e sempre continuará presente naqueles que acreditam numa educação pública de qualidade.

    ResponderExcluir
  15. Aí está a lista de todos os deputados que votaram a favor do governo dizendo SIM
    e dos deputados que votaram a favor da categoria dizendo NÃO (Não podemos esquece-los jamais
    e vamos dar o troco a esta CORJA DE POLITIQUEIROS fazendo campanha TOTAL contra eles)
    DIVULGUEM ESTA LISTA POR FAVOR

    Partido……….Deputado………………Voto

    PMDB………..Aldo Schneider…………Sim
    PPS…………. Altair Guidi……………… -
    PT ………….. Ana Paula Lima…………Não
    PC do B……. Angela Albino…………..Não
    PMDB………. Antônio Aguiar………….Sim
    PMDB………. Carlos Chiodini…………Sim
    DEM………… Ciro Roza………………..Sim
    PSDB………. Dado Cherem…………..Sim
    DEM………… Darci de Matos………….Sim
    PMDB………. Dirce Heiderscheidt……. –
    PT…………….Dirceu Dresch………….. Não
    PSDB………..Dóia Guglielmi………….Sim
    PMDB………. Edison Andrino………….Sim
    PMDB………..Elizeu Mattos…………….Sim
    DEM………….Gelson Merisio…………..Sim
    PSDB………..Gilmar Knaesel………….Sim
    DEM………….Ismael dos Santos…….. –
    PT……………. Jailson Lima…………….Não
    DEM…………. Jean Kuhlmann…………Sim
    PP……………. Joares Ponticelli………..Sim
    DEM…………..Jorge Teixeira…………..Sim
    PP……………..José Milton Scheffer…..Sim
    DEM…………. José Nei Ascari…………Sim
    PP…………….Kennedy Nunes…………Sim
    PT…………… Luciane Carminatti……..Não
    PMDB………..Manoel Mota……………..Sim
    PSDB………..Marcos Vieira…………….Sim
    PSDB………..Mauricio Eskudlark………Sim
    PMDB………..Mauro de Nadal………….Sim
    PMDB………..Moacir Sopelsa…………..Sim
    PTB…………..Narcizo Parisotto…………Sim
    PT…………… Neodi Saretta……………..Não
    PSDB…………Nilson Gonçalves…………Sim
    PT…………….Padre Pedro Baldissera….Não
    PP…………….Reno Caramori……………Sim
    PMDB………..Romildo Titon……………..Sim
    PDT………..Sargento Amauri Soares….Não
    PP……………Silvio Dreveck……………..Sim
    PP…………… Valmir Comin……………..Sim
    PT…………… Volnei Morastoni…………. ?

    28 = SIM, nós queremos destruir a carreira dos professores
    8= NÃO, nós somos favoráveis a luta dos professores

    NOSSA RESPOSTA SERÁ DADA senhoras e senhores NOS AGUARDEM

    ResponderExcluir
  16. Duda Vieira - Fpolis

    SUBSERVIÊNCIA LEGISLATIVA

    Acompanhei estupefado as discussões da sessão da Assembléia Legislativa catarinense que discutiu e aprovou o PLC 26/2011, que tratava dos salários e carreira dos nossos mestres e professores.
    Vi direitos dos deputados serem regiamente negados, como o direito de pedir vistas ao projeto de lei, amparado legalmente, no regimento interno da assembléia, regimento construído, votado e aprovado, mas ao mesmo tempo literalmente rasgado pelos próprios deputados.
    Negar vista ao projeto é rasgar o Regimento Interno da Casa.
    Vi os deputados de oposições se revezarem nos pronunciamentos e apartes, criticando o Projeto, e não vi um único deputado da base do governo defender o projeto. Vi o relator do projeto, Joares Ponticeli, que fez oposição canina durante os últimos 08 anos ao atual governo e agora da mesma forma defendendo-o, também de fora intransigente.
    Jamais uma legislatura foi tão subserviente quanto a atual, contribuiu para que o Governo Colomb/Pinho Moreira,.desrespeitasse uma Lei Federal.
    O Rei está nu e continuará nu até o final do seu governo.
    Precisamos levantar recursos financeiros para espalhar out door em todos os municípios de Santa Catarina com os nomes dos 31 deputados subservientes que destruíram a carreira do magistério, solaparam direitos e viraram as costas para os nossos mestres e professores, contribuindo com o Governo Colombo/Pinho Moreira para colocar nossos professores, as crianças e a educação catarinense em último lugar.

    Duda Vieira

    ResponderExcluir
  17. Mais uma vez fomos roubados pelo governo, agora capitaneado pelo Ali Babá Colombo, apoiado pela corja de canalhas encastelados na Assembléia Legislativa. Agora não temos mais nada a perder, portanto vamos manter a GREVE e buscar na justiça nossos DIREITOS. A LUTA CONTINUA!

    ResponderExcluir
  18. quero saber o que o sinte, enquanto sindicato da categoria fará em relação a esse insulto dos nossos deputados e governador!

    ResponderExcluir
  19. Professores temos aqui o nome dos depitados q foram contra a educação...Lembramos , logo tremos eleições, não esqueçam esses nomes,só assim teremos realmente um processo democrático.Voto ainda é anossa maior arma..Não esqueçam

    ResponderExcluir
  20. Concordo plenamente é preciso expor out doorem todos os pontos do estado para que todos saibam quem são nossos representante que burlam as regras e nao estão nem aí para educação....Sinte pense na idéia

    ResponderExcluir
  21. Concordo em colaborar com o Out door com os nomes dos crápulas assassinos da educação, democracia e ética em SC. Todos devem saber as condições em que o PCL/26 foi aprovado.Gostaria que postassem no blog os vídeos da sessão de ontem. Devemos mostrar a toda a população como foram armadas as manobras do poder contra a categoria do magistério.

    Prof Leonilda

    ResponderExcluir
  22. Agora é que iniciou-se de fato a luta pelos nossos direitos previamente adquiridos. Além dos recursos dos tribunais de justiça (oxalá exista, o estado não pode ser refem de bandido), há nós que demos aulas de cidadania e resiliência frente à opressão e desdém contra o professor neste estado.
    A luta não está perdida, muito menos a batalha, pois nós temos ideias, sugestões, conhecimento, formação (particular). Somos cidadãos porque não nos omitimos e sim mostramos à sociedade a corrupção existente no governo há tempos, e com a conivência de organismos que deveriam defender o povo catarinense (Alesc, TJ,MP,....)
    Esses 28 senhores(as) rasgaram até as leis internas para receberem não se sabe quanto, pois a matéria, passível de contestação, não passou pelas comissões, trâmites necessários, quer dizer, foi uma votação que não está expressa a vontade popular. Pode ser suspensa pelas autoridades de direito (se existe lei neste estado).
    Nós não nos acovardamos e tampouco negociamos nossa dignidade, respeito, altivez, brio, solidariedade, e também não iremos fazer isto. Temos uma formação, um objetivo, um norte na educação, que é tentar desvendar os olhos da comunidade e futuras gerações frente à ignorância que muitos têm, entretanto, necessitamos de humanidade da parte da sociedade, conhecimento e reconhecimento de causa para vislumbrar-mos um futuro a todos.
    Amigos de labuta de chão de sala, o que ocorreu nos fortalece mais ainda na deposição de crápulas, desonestos, improbos representantes públicos (governador, deputado, vereador, prefeito, presidente, senador, deputados federais,...).
    Agora tem que haver intervenção federal no estado, pois não foram discutidas as 03 emendas da deputada Carminatti que garantiria 100% de aplicação do FUNDEB. Temos que ficar atentos se os desvios irão continuar acontecendo.
    Continuemos com o pedido de "impeachment" do sr. Colombo por improbidade administrativa (já há muitos processos desta natureza) e outros tantos que não sou jurista para enumerá-los, exigindo NOSSO PISO SALARIAL NA CARREIRA (a votação de ontem foi engodo, falaciosa, por representantes das mentiras), resguardar nossa dignidade "PORQUE PODEM ROUBAR-ME A VIDA, MAS NÃO MINHAS IDEIAS E IDEAIS".
    Enfim a luta continuará, porque meus alunos não são instruídos a serem desonestos, ladrões, usurpadores de sonhos...
    Contem comigo amigos que foram resilientes, que a luta continua!
    "OS PODEROSOS PODEM ESMAGAR AS ROSAS, MAS NÃO PODERÃO DETER O RESPLENDOR DA PRIMAVERA".
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Parece que houve uma mudança na questão da merenda. Agora é preciso acompanhar como será feita essa alteração:

    Governador anuncia suspensão da merenda terceirizada
    Postado por Roberto Azevedo, às 19:13
    13 de julho de 2011 |

    Em meio à greve dos professores, o governador Raimundo Colombo confirmou, nesta quarta-feira, que suspenderá a terceirização da merenda escolar na rede pública estadual, uma das bandeiras do Sinte.

    A conclusão do governo é que a terceirização se tornou muito cara, sem revelar valores. A ideia de Colombo é regionalizar a produção da merenda com papel de destaque das 36 secretarias.

    Caminho aberto, também, para o retorno das merendeiras às escolas.

    ResponderExcluir
  24. 13 DE JULHO marca nova data no calendario do estado de Santa Catarina

    DIA DO ENTERRO DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO

    prof: neusa

    ResponderExcluir
  25. Por favor, voltar antes fez com que a situação chegasse aonde chegou.

    Parte do que aconteceu ontem na ALESC é responsabilidade SIM dos professores que voltaram.

    quem voltar agora, que não peça mais nada porque não merece.

    UNIÃO, colegas! Vão ficar aceitando tudo de cabeça baixa, como burros de carga?

    Aonde está a dignidade de vocês? como conseguem se olhar no espelho?

    A hora é de UNIÃO para que todos ganhem, e ganhem com dignidade.

    Mãe.

    ResponderExcluir
  26. Palhaçada total!!!
    Nós alunos das escolas estamos muito decepcionados com o governo e como ele está tratando nossos professores!!

    PISO JÁ!!

    Se não bastasse tudo ele ainda trata os professores como "opositores" ou melhor, como "lixo" e faz uma cagada dessa!!!!

    É por causa de gentalhas como esse governador que o Brasil não vai pra frente!!!
    É por causa de gente assim que o brasil esta lá nas 50ªs posições na educação! E com isso ninguém se importa! Principalmente essas gentalhas do governo!!

    VAMOS VOTAR NULO!!!

    E ainda por cima mudar de país, para algum que tenha gente menos ignorante!

    Valorização dos nossos professores JÁ!

    ResponderExcluir
  27. Analu Burigo Haushahn14 de julho de 2011 22:27

    É isso aí pessoal! NOSSA ESPOSTA SERÁ NAS URNAS!!!Na nossa escola vamos divulgar todos esses nomes a alunos e familares e vamos contar a eles todas as atrocidades que fizeram conosco. Aos poucos, informações resumidas e de fácil entendimento foram passadas a mais ou menos 300 de nossos alunos para que eles entendessem o processo pelo meu perfil de relacionamento na internet. E quando voltarmos, vamos falar sobre política, corrupção etc. Essa tem que ser a nossa resposta, ou pelo menos uma delas.

    ResponderExcluir
  28. “PAI, COMEÇA O COMEÇO!”

    Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

    Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

    Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......

    Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

    Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:

    “Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.

    Não sei que tipo de dificuldade eu e você encontraremos pela frente neste ano. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.

    ResponderExcluir
  29. Professores passar lista para alunos e pais para q jamais votem naqueles q sabotaram a lei do piso no magisterio. Se todos fizermos isso esses safados nao se reelegem mais.

    ResponderExcluir
  30. Minha sugestão é que deveremos usar camisetas como uniforme nas escolas, tipo: branca. Atrás os nomes dos INIMIGOS da educação de cor preta, com COLOMBO no centro. Na frente os AMIGOS da educação de cor verde, pois verde é esperança e preto é luto. Isso em todas as Regionais de Santa Catarina e ainda mais, tirarmos um dia para ir a florianópolis fazer um grande movimento com faixas e cartazes, esclarecendo a toda sociedade a nossa indignação. Cada regional deverá ir uniformizados com suas camisetas. Pessoal não esquecer das eleições para prefeito e vereadores, observar quem apoia, pois vão querer mascarar. Se voce votar em prefeito ou vereadores desses partidos voces estão votando nos traidores da Edcuação. prefeitos e vereadores são supridos por esse pessoal para a compra de voto!! Lutar sempre, desistir jamais. Abraços!!

    ResponderExcluir
  31. Uma ´sugestão que todos impriman o nome dos deputados que são contra a educaçao em S.C.,E DIVULGUEM NAS ESCOLAS E COMUNIDADES,....

    ResponderExcluir
  32. Quem estava na assembléia dia 13/07 como eu, não esquecerá jamais o poder exercendo seu papel de tirano perante a classe menos favorecida. Esse foi meu sentimento: eu posso, eu faço, eu mando e voces obedecem…. Senti pena da Angela Albino, Ana Paula Lima, Sargento Soares, Luciane Carminati, talvez alguém possa pensar que eles estavam tirando proveito da siutação, mas o que senti realmente foi que se humilharam perante a base governista em função de uma classe que a tempo pede socorro. Falei para algumas colegas, não vou chorar, não vou me curvar a esse governo sem moral. Mas Angela Albino me levou a lágrimas em um momento que veio até nos pedir calma! Foi por ela que o pessoal se acalmou. E a impressão que dava que aqueles deputados da base governistas se quer sabiam o que estavam votando. Votaram em bloco, politica de interesses, toma lá da ca!! Mas perante a todos esses aconteciemntos tenho absoluta certeza que nos educadores nunca mais seremos os mesmos, houve uma transformação de ideias, de conhecimento politico, etc… e então os INIMIGOS da educação esperem para ver nas próximas eleiçoes!!! Obrigada
    EEB João Guimaraes Cabral – Imbituba

    ResponderExcluir
  33. Segundo a corja, o povo tem memória curta, então vamos lançar uma campanha: todo dia 13/07 de cada ano, fazer um movimento em florianópolis com faixas, cartazes e uniformizados com camisetas contendo os nomes dos traidores da educação, para mostrar a sociedade toda nossa indignação pela morte do plano de carreria e o não pagamento do piso na carreira. Mas isso tem que ser todas as Regionais de Santa Catarina, temos que continuar mostrando nossa força, afinal somos a classe pensante desse Estado!! Obrigada
    Imbituba

    ResponderExcluir
  34. O texto a seguir foi elaborado já há algum tempo pelo Departamento de Metodologia MEN/CED/UFSC em apoio a GREVE dos Professores de SC
    Algumas pessoas do movimento já sabiam da discussão e elaboração do referido documento, mas a publicação? Estamos aguardando até hoje pela publicação na mídia escrita, no entanto os dias foram passando e nada. A imprensa local nem sequer resposta enviou ao Departamento.
    Porém no dia 14/07/11, enquanto nos reuníamos na praça Tancredo Neves, com o comando de greve, para avaliarmos o golpe que havíamos sofrido no dia anterior 13/07/11 com a aprovação da PLC026/11 recebemos a visita do Sr. Nestor Habkost e uma colega de trabalho também do MEN. Nossa, estávamos arrasados, e o Sr. Nestor e sua colega tentaram levantar nossa autoestima, coisa que naquele dia seria praticamente impossível. Mesmo assim, prosseguiu falando/informando todas as ações/discussões vividas na UFSC em relação à GREVE e sua legitimidade. Mencionou o referido texto, bem como a recusa/silêncio da mídia local em publicá-lo. Posteriormente o procurei e sugeri que encaminhasse-nos via email, blogs, facebook... E prontamente Sr. Nestor passou o arquivo em pdf para que eu e/ou qualquer um/a de nós possamos socializar com nosso ou qualquer público interessado. Lembrando, porém, que este foi elaborado anterior a PLC026/11. No entanto, seu teor é mais uma mensagem de apoio e solidariedade aos/as professores/as catarinenses, bem como, de denúncia do(des)governado do Estado...

    A seguir eis o texto:

    ResponderExcluir
  35. Em greve, os professores do Estado de Santa Catarina reivindicam de forma justa, legítima e
    de direito a aplicação da lei Nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que institui o piso salarial
    profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica, estipulado em
    R$ 1.187,97. Por pressão pública, o Governo mostrou reconhecer na mídia a constitucionalidade da
    lei, porém incorre, novamente, na infração dos direitos adquiridos pelos professores, dos benefícios
    conquistados pela categoria ao longo dos anos do exercício de sua profissão.

    No link a baixo segue o texto na integra:

    http://www.facebook.com/notes/zaira-wagner/professores-em-greve-em-santa-catarina-texto-elaborado-pelo-mencedufsc/250253031652205

    ResponderExcluir
  36. PESSOAL, CASO NÃO CONSIGAM VISUALIZAR POR AQUI, O TEXTO NA INTEGRA (do Departamento MEN/CED/UFSC em apoio a GREVE dos Professores de SC)ENVIEM-ME EMAIL PARA: ztwagner@gmail.com QUE REPASSO O PDF A VCS.

    ResponderExcluir