quarta-feira, 6 de julho de 2011

A greve continua!

Mais de seis mil trabalhadores em Educação, reunidos em assembleia nesta 4ª feira, decidiram pela continuidade da greve.
A assembleia estadual da categoria foi realizada na passarela Nego Quirido, em Florianópolis.
Os professores mantêm a paralisação, que hoje completa 50 dias, na defesa da implantação do Piso na carreira e a recomposição de direitos históricos.

61 comentários:

  1. Lúcia de Rio do Sul6 de julho de 2011 18:37

    Quatro mil ???? A policia diz que são 12 mil, a informação pode ser confirmada no jornal Diário Catarinense. São 12 mil professores que votaram pela continuidade.

    ResponderExcluir
  2. Uma vergonha isso..!! Nois alunos q sofremos com isso depois.."! quero ve eles da nota d graça pra gente!

    ResponderExcluir
  3. é isso aí. Nada de ser pelego do governador. Piso já. Plano de carreira já. E volta nossa regência. Quero ver o que o Te baldio fala agora, já estava contando como finalizada nossa luta. E o Colombo que foi passear em vez de estar em Floripa. Vai negociar ou deixar a casa cair?

    ResponderExcluir
  4. SOU PROFESSOR DA EEB. GOV. IVO SILVEIRA,PALHOÇA, SC.

    A PRESIDENTE DO SINTE DEVE ESTAR COM PROBLEMA VISUAL, A MAIORIA DECIDIU NA ASSEMBLÉIA DE HOJE POR MANTER A GREVE, A ENTREVISTA QUE ELA DEU NA CBN DIÁRIO LOGO APÓS A DECISÃO É DE QUE POUCO MAIS DE CINQUENTA POR CENTO DECIDIU MANTER A GREVE, POR FAVOR PESSOAL ESSA NOSSA PRESIDENTE NÃO TEM COMO DAR ENTREVISTA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, SE OLHAR-MOS NO BLOG DO MOACIR PEREIRA, ELE DIZ QUE FOI A MAIORIA QUE DECIDIU NÃO POUCO MAIS DE CINQUENTA POR CENTO, POR FAVOR ALGUEM POSSA SOCORRER A GENTE.

    ALGUEM DO SINTE MAIS CONSCIENTE, ESSA ALVETE....

    ResponderExcluir
  5. A GREVE CONTINUA!

    PARABÉNS PROFESSORES!!!!

    AGORA BOTEI FÉ EM QUEM ESTAVA NA PASSARELA!!!!

    TOOOOOMMAAAAA COLOMBOOOOO!!!!!

    QUERO SÓ VER O QUE VAI ACONTECER COM NOSSO GOVERNADORZINHO DE MEIA...

    SACANAGEM COM OS PROFESSORES!
    "MAIS UMA OBRA DA DESCENTRALIZAÇÃO"

    ResponderExcluir
  6. Peço aos companheiros que votaram a favor da suspensão da greve que reconsiderem e continuem firmes na luta, não teremos outra oportunidade de recuperar a dignidade do magistério catarinense, temos que entender que o momento que estamos vivenciando é único e deve ser aproveitado...
    Peço desculpa aos alunos que estão sem aula, nós professores estamos fazendo isso para garantir a vocês e a seus filhos um ensino público de qualidade.

    ResponderExcluir
  7. e nós alunos como ficamos? são 50 dias sem aulas que concerteza danificará o ano letivo de todos os alunos.

    ResponderExcluir
  8. Realmente é complicado continuar numa greve onde a minoria apenas irá ficar, portanto mesmo votado em assembleia e ganhando para continuar a greve, posso dizer que ela já encerrou, pois começamos com 90%, hoje estamos em 60%, e apartir de amanhã não teremos mais nem 30%.
    O melhor de tudo agora, penso que era recuar com a maioria das regionais tinham decidido, até para não se perder essa união para uma breve greve se caso for necessário.
    Agora irei me reunir com meu grupo e acredito com a regional também, mas penso que se não for amanhã, o mais tardável segunda a maioria volta para as salas.
    Abraços a tds professores e a luta sempre irá continuar independente das decisões de toda a categoria, pois esse movimento somente aconteceu porque a maioria participou, devemos respeitar os que querem voltar e os que querem continuar, para que permanecemos unidos em outras ocasiões também.

    ResponderExcluir
  9. queridos professores. nós os alunos estamos muito preocupados com está greve. oque ira acontecer com a gente? iremos reprovar de ano?

    ResponderExcluir
  10. Alguém contou errado. De acordo com divulgação do DC eram em torno de 12 mil professores, e o Sinte está divulgando apenas 4 mil. Com quem estará a verdade?

    ResponderExcluir
  11. ESPERO QUE AGORA HAJA MAIS SINTONIA ENTRE A CATEGORIA E O COMANDO DE GREVE, POIS ASSIM MILHARES DE PESSOAS PODERÃO TER UMA VIDA COM MAIS DIGNIDADE.

    E A GREVE CONTINUA...!!!!!!!!!!!!!

    UM VIVA A QUEM REALMENTE LUTA PELO MAGISTÉRIO

    Prof Maria Aparecida
    Criciúma

    ResponderExcluir
  12. Prof Lúcia de Rio do Sul6 de julho de 2011 19:46

    Esta publicado agora no Diário Catarinense :
    Em assembleia estadual, professores decidem pela continuidade da greve em Santa Catarina
    Segundo a PM, 12 mil pessoas estiveram no Centro da cidade para manifestação
    Atualizada às 18h04min
    Por volta das 17h desta quarta-feira acabou a assembleia estadual dos professores, em Florianópolis. A decisão foi pela manutenção da greve, que já dura 50 dias.

    Os docentes, que se reuniram na Passarela Nego Quirido, seguiram para a frente da Secretaria Estadual da Educação, onde fizeram uma manifestação. A Polícia Militar estima que 12 mil pessoas estiveram no Centro de Florianópolis.

    Portanto são 12.000 professores...

    ResponderExcluir
  13. A PM diz que tinha 12 mil. Minhas colegas que estavam em Fpolis disseram que tinha de 10 a 14 mil, por que o próprio SINTE/SC vem dizer que só tinha 4 mil?

    Professora Cátia R O Gislon

    ResponderExcluir
  14. Agora vamos ver a face deste governo. Se é que ainda não conhecíamos. O Sr. Colombo achou um absurdo, se as regionais decidiram algo, o Estado inteiro tem que acatar. A Greve é política sim, Sr. Colombo! Queremos que o sr. faça e cumpra com a política humanitária que prometeu no Jornal do Almoço ontem. Devolva-nos a dignidade e assim nos terá em sala de aula novamente!

    ResponderExcluir
  15. Lúcia de Rio do Sul6 de julho de 2011 20:38

    Esta diferença de números parece tendenciosa, o que querem com isso??? O mesmo quando publicaram aquela tabela das regionais???
    SINTE vc esta ao nosso lado???? Sejam coerentes, se largaram a briga, nos avisem por favor!!!!

    ResponderExcluir
  16. PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS A TODOS/ MEUS/MINHAS COLEGAS PROFESSORES/AS DE SC

    Participar desta Assembléia Estadual foi como ressurgir das cinzas = a Fênix …
    O governo, parte da mídia e outros que prefiro nem mencionar no momento,
    já estavam dando o jogo por vencido… “chutando cachorro morto”
    Mas a categoria mostrou seu valor e decidiu pela continuidade da greve.
    Querem saber o porquê? Achamos um desaforo o Sr Colombo querer negociar/parcelar
    a REGÊNCIA de classe (coisa que ele tirou) como se isso fosse reajuste! Pousando de bom moço.
    Nós queremos a regência sim porque ela já era nossa. E já havíamos dito isso nas assembleias regionais.
    Mas isto não significa negociação é exigência. Repito a Regência é nossa!!!
    Nossa negociação é referente ao PISO salarial, que pode ser pago inclusive em loooongas parcelas, mas que tenha datas pré definidas.
    Agora, a continuidade da greve depende de cada um/a de nós também. Vamos começar a participar das reuniões de comando para ver qual poderá ser nossa parcela de contribuição a partir deste momento!!!
    Ao(s) aluno(s) aqui anônimo(s)preocupado(s) com a situação, confesso, nós também estamos! E a responsabilidade é única e exclusivamente do Governo. Mas se de fato vocês querem por fim a greve, que tal unirem-se a nós? vocês, suas famílias... Venham! Este blog e o blog http://educacaoemgreve.wordpress.com/
    costumam informar toda a agenda de greve, assim vocês além de estarem a par da situação, poderão fazer a diferença na luta por uma escola de qualidade...

    E A LUTA CONTINUA!!! A GREVE CONTINUA e terminar com ela é algo que só depende do GOVERNO querer de fato.
    Valeu professorada raçuda!!!

    ResponderExcluir
  17. QUERIDOS ALUNOS HOJE, FUTUROS PROFISSIONAIS AMANHÃ E, QUEM SABE PAIS DE OUTRO ALUNOS: CLARO QUE VCS NÃO VÃO 'RODAR' DE ANO POR CAUSA DA GREVE! AO CONTRÁRIO. APOIANDO-A VCS ESTÃO AJUDANDO A FAZER A HISTÓRIA DE UMA NOVA EDUCAÇÃO. CLARO QUE VC PODE VER A BANDA PASSAR DA JANELA. MAS A HISTÓRIA MESMA, AQUELA QUE VAI PROS LIVROS É FEITA NAS FRENTES DE BATALHAS. CONTRA AS INJUSTIÇAS. ISSO REQUER O QUE SE CHAMA DE VANGUARDAS!APOIANDO-A VCS ESTÃO PONDO EM PRÁTICA TUDO AQUILO QUE SEMPRE OUVIRAM NÃO SÓ NAS ESCOLAS MAS DENTRO DE CASA: UMA SOCIEDADE DITA CIVILIZADA E REGIDA POR LEIS E SEU CUMPRIMENTO! TODAS! DAS MENORES ÁS MAIORES! POR TODOS_CIDADÃO E GOVERNANTES! NÃO ESTAMOS LUTANDO POR ALGO INVENTADO HÁ CINQUENTA DIAS ATRÁS,MAS UMA REIVINDICAÇÃO DE 4 ANOS ATRÁS E APROVADA PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. LIÇÕES DE CASA: 1-QUEM É O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL? 2-SE A LEI É NACIONAL, POR QUE NEM TODOS OS ESTADOS ESTÃO DE GREVE? COMO OUTROS ESTADOS, POR EXEMPLO, O RIO GRANDE DO SUL RESOLVEU ESSA QUESTÃO SEM PRECISAR APELAR PARA A PARALISAÇÃO?

    ResponderExcluir
  18. Me admira a maioria dos colegas voltarem à sala de aula aceitando essa proposta vergonhosa do governo.E voltem de cabeça baixa,pois não obtiveram nenhum ganho. Acordem!!!!Esta é a hora de não nos separarmos e vocês estão fazendo o que ele quer.Já esqueceram o propósito desta greve? Era esse o objetivo dele e pelo visto saiu ganhando. Lembrem-se, PISO É LEI e sem retirar nossa regência e outras gratificações.Acordem!!!Acordem!!!Acordem!!!

    ResponderExcluir
  19. PROFESSOR DA EEB. GOV. IVO SILVEIRA, PALHOÇA, SC

    APESAR DAS REGIONAIS QUE DECIDIRAM PELA SUSPENSÃO DA GREVE SEREM A MAIORIA O NÚMERO DE PROFESSORES QUE COMPOEM ESTAS REGIONAIS PELA NOSSA CONTAGEM SÃO A MINORIA, SENDO QUE, AS MAIORES REGIONAIS, COMO: FPOLIS,SÃO JOSÉ, CRICIUMA, ITAJAÍ, ENTRES OUTRAS SÃO EM NÚMEROS DE PROFESSORES A MAIORIA.

    SERIA BOM QUE ALGUEM DO SINTE DESSE ESCLARESCIMENTOS ATRAVÉS DOS MEIOS DE COMUNICAÇÕES A POPULAÇÃO QUE A DECISÃO PELA CONTINUIDADE DA GREVE FOI PELA MAIORIA DA CATEGORIA.

    ResponderExcluir
  20. É isso aí professores, lutar é um direito de todos, mas não posso continuar na luta sem poder pagar o meu aluguel e percebendo que só receberão os que estiverem empregados em janeiro, uma vez que sou ACT e tenho o futuro incerto.
    Além do mais não posso deixar de entender a preocupação dos alunos, que todos nós professores sabemos, "têm sede do saber". Eu vou pra sala fazer o que sou "obrigadamente" pago para fazer. Não percebi grandes vitórias, mas com certeza, senti o peso do desconto, agora pagar dois meses de aluguel vai ser broca, como dizem os alunos!

    ResponderExcluir
  21. Os alunos deveriam pensar: vou apoiar esta greve, para não ouvir mais dos professores que eles dão aulas desmotivados. Vou apoiá-los para depois poder cobrar destes uma postura mais profissional! Vou apoiá-los por que amanhã, eu então um profissional vou querer ver preservados os meus direitos, adquiridos em lutas pelos companheiros que trilharam o caminho antes de mim. A própria greve é um direito adquirido! nem sempre foi assim, galera! Vcs deveriam saber que houve um tempo em que ninguém tinha o direito de expressar o seu descontentamento! já houve até um tempo de escravidão, lembram-se disso? que escândalo não é mesmo? Pois é, teve gente que morreu pra este estado de coisas mudar! Acho que hoje esse tipo de heroísmo só acontece na TV e no cinema. Eu mesmo não morreria, mas não tenho medo de perder o emprego de educador por lutar pelo reconhecimento digno dessa função. Saio da sala, mas não é só lá que podemos ajudar o nosso país a ser uma nação melhor!Os artistas, por exemplo, fazem isso com suas ousadias! yoko Ono viúva de J.Lenon disse: "Eu usarei qualquer mídia para lutar por uma cultura de paz" E olha, que mídias é o que não nos falta hoje em dia.

    ResponderExcluir
  22. Muitos professores estão indignados com o comentário de alguns jornalistas,sem levar em conta o Colombo que não vale a pena comentar, de que as crianças estão sofrendo sem aulas.Mas se esqueceram de perguntar onde estudam a maioria dos filhos destes profissionais.É em escola pública srs. e por isso, nossa luta é por eles pelo seu futuro e por sabermos que se o descaso com a educação continuar eles terão aulas com "professores", não habilitados e sem comprometimento com a educação,e isso já acontece e não é de hoje.

    ResponderExcluir
  23. Gente!!!
    Não tinha mais de 4 mil na assembleia. Não cabem 12 mil messoas na Passarela!

    ResponderExcluir
  24. SOU PROFESSOR DA EEB. GOV IVO SILVEIRA, PALHOÇA, SC

    POR FAVOR ALGUEM DO SINTE PARA DAR UMA ENTREVISTA MAIS CONSCIENTE DO QUE ACONTECEU SOBRE A CONTINUIDADE DA GREVE.

    INDEPENDENTE DA MAIORIA DAS REGIONAIS DECIDIREM PELA SUSPENSÃO DA GREVE NÃO VALE EM NÚMEROS E APESAR DISSO A ASSEMBLÉIA ESTADUAL TEM AUTONOMIA PARA DECIDIR.

    SE ANALISARMOS EM TERMOS DE NÚMEROS AS MINORIAS DAS REGIONAIS QUE DECIDIRAM PELA MANUTENÇÃO DA GREVE TEM NÚMEROS MAIORES DE PROFESSORES.

    A GREVE DEVE CONTINUAR SIM PELO PISO NACIONAL FIRME E FORTE COMO FOI DECIDIDO HOJE EM ASSEMBLÉIA ESTADUAL.

    ResponderExcluir
  25. anônimo das 18:40 sinto que você perdeu algumas aulas de língua portuguesa.Dar nota de graça? Que pretensão,será que você merece?Acho que não.

    ResponderExcluir
  26. anônimo das 19:09 danificar o ano não sei se é possível,mas comprometer o calendário só dependerá do excelentíssimo governador.

    ResponderExcluir
  27. Nosso plano de saúde é tão ruim mais tão ruim que têm diretor do SINTE com problema de visão.... Mas pera aí sou ACT não tenho plano de saúde...

    ResponderExcluir
  28. ALUNO RAUL DA ESCOLA LEONOR DE BARROS

    DOU MEU TOTAL APOIO AOS PROFESSORES. NÓS ESTAMOS PERDENDO AULAS QUE PODEM SER REPOSTAS DEPOIS...MAS SE OS PROFESSORES VOLTAREM AGORA, QUEM VAI REPOR O QUE ELS ESTÃO PERDENDO!!!
    LUTEM ATÉ GANHAR...QUEREMOS RECEBER EM SALA DE AULA ...PROFESSORES VENCEDORESSSS E NÃO DERROTADOS....

    ResponderExcluir
  29. Gostaria de saber do comando de greve a respeito do pleito da gestão democrática - eleição direta para diretores das escolas... 16 mil profissionais da educação votaram por esta reivindicação, e o sindicato não nos deu quaisquer satisfação a respeito disso. Ficou esquecido ou foi ignorado???

    ResponderExcluir
  30. Como que o sinte coloca em seu site e aqui no blog que na assembléia estadual de hoje só tinha 4000 pessoas ;se era visivel que não era só isso e a policia militar divulgou que eram 12000 pessoas

    ResponderExcluir
  31. Parabéns Regional de Criciúma, permanecendo na luta pelo Magistério Catarinense! E aos que se sentem enfraquecidos, não desanimem, pois, é através da greve que iremos conquistar esse direito adquirido.

    Raquel.

    ResponderExcluir
  32. Não desistam professores, dinheiro há. O governo não pode continuar desviando a verba da educação para outros fins, enquanto os professores trabalham sem recurso nenhum. Que a justiça seja feita, o educador precisa de melhores salários, dignidade e respeito.

    Giovani - Criciúma

    ResponderExcluir
  33. (Aluno anônimo) O aluno que vai estudar só porque precisa de notas, tá ferrado. Se for só nota que ele quer, eu dou. Só precisa ir a aula.

    Se ele busca conhecimentos, aí o papo é outro...

    Não te preocupa, lindinho.Vocês não vão perder o ano se o Kalombo quizer...

    JEAN REINERT Itajaí

    ResponderExcluir
  34. Que bom que agora tem seleção de comentários.
    he he he

    JEAN REINERT - Itajaí

    ResponderExcluir
  35. Marcio de Mattos7 de julho de 2011 00:21

    Há apenas cinco minutos, adentrei na minha, cansado ( estou retornando da assembéia estadual),com frio( 3°C) e desanimado com os rumos que a categoria definiu hoje a tarde.
    Sou aqui do Meio Oeste e tenho certeza que se aassembléia, tivesse ocorrido em uma cidade mais central de Santa Catarina, a decisão teria sido outra. A aqui com toda a certeza não teria pai ou aluno para ajudar na votação.
    Para quem participou da assembléia do dia nove( 15 mil) e na de hoje ( + ou - 7 mil), consegue identificar com clareza que a greve deveria ser suspensa.
    Dos 7 mil, 4 mil votaram pela continuação no máximo .
    Agora, quero ver os bons de verbo do litoral conseguir o piso!
    Boa Sorte.

    ResponderExcluir
  36. thaise feuser -São Ludgero7 de julho de 2011 01:02

    quatro mil! tão de brincadeira!Para quem não sabe cabem lá cerca de 15 mil pessoas.Só nas arquibancadas 10 mil professores! Os vencidos q deem o braço a torcer e se unam a categoria.
    Se os bons de verbo conseguirem o piso o pessoal do centro oeste devia vir agradecer de joelhos.
    O principal objetivo é o piso mesmo que este seja parcelado, com datas previamente definidas. A arbitrariedade do governador é inutil e faz com que algumas pessoas percam a razão do movimento. Caiam na real o governo só vem perdendo nos ultimos dias, a hr é agora! Se vc q desanimou refletir com seriedade e lucidez, esquecer as picuinhas saberá que todos serão beneficiados e valorizados como sempre fizemos questão de reivindicar nos movimentos. Voltar agora é aceitar a o descaso pela educação no estado. Sempre estão estudando melhorias, mais nunca concluem este estudos.

    ResponderExcluir
  37. Nossa, estou começando a ficar preocupada…
    alguns/as professores/as com os nervos a flor da pele, embravecidos com a decisão da Assembleia Estadual. Alegando que a maioria das Regionais havia deliberado pelo término da greve. Oras, todos/as nós sabemos que apesar disso, SEMPRE a decisão maior é feita na Assembleia Estadual, ou seja, a deliberação de uma Assembleia Estadual é SOBERANA. E portanto, a GREVE CONTINUA… Enfraquecida? Quem sabe, acredito até que sim. Mas ainda continua bem fortalecida. Além de que podemos fazê-la aumentar seu percentual novamente. Não é possível que de uma hora para outra, alguns/as colegas comecem a elogiar nosso algoz da forma como estão fazendo! Por favor, se estão chateados, expressem isso, mas não querendo aqui desestimular quem ainda tem PIQUE, FORÇA, GARRA e acima de tudo CORAGEM.
    A história desta Assembleia Estadual poderia ter sido outra sim, poderíamos ter deliberado pelo término/suspensão da greve e as Regionais contrárias teriam que acatar, não é isso? De todo modo estaríamos no desconforto agora. Com o gosto amargo de termos que decidir (não mais em unanimidade) discutir, vaiar, argumentar, aplaudir, chorar, rir, esbravejar… com nossos/as colegas comportamento que é NORMAL em se tratando de decisões…
    Quanto a questão política da qual acusam agora pela decisão tomada. É lógico que tem posicionamento político, sempre teve. Se lutamos e defendemos algum ideal temos uma bandeira, uma política, ou não? Aristóteles já dizia: ” O homem é um animal político”
    E para finalizar faço uso das palavras de Margot Schutz, uma de nossas companheiras, que constantemente faz postagens interessantes lá no blog do Moacir Pereira:

    “NÃO ESQUEÇAM:
    1- O sinte SOMOS TODOS NÓS;
    2- Nosso partido é o da EDUCAÇÃO;
    3- Nossa bandeira é a da VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO;
    4- Nossa meta é uma só: PISO NA CARREIRA JÁ E SEM PERDAS DE ESPÉCIE ALGUMA!
    Penso que é possível colocar as angústias, os medos sem no entanto acusar”

    Ah, assim como alguns colegas estão dizendo que irão voltar as suas salas de aula amanhã… há outros/as que também diziam isso ontem e hoje saíram da Assembleia dizendo que permanecerão na luta conosco ATÉ O FIM!!!
    A NOSSA LUTA É LEGÍTIMA E CONTINUA MINHA GENTE!!! FORÇA PROFESSORADA RAÇUDA!

    ResponderExcluir
  38. ADRIANA MOURA DE MORAIS/NOVA VENEZA7 de julho de 2011 01:34

    SOU ADRIANA MOURA DE MORAIS/REGIONAL DE CRICIUMA
    QUERO FALAR DE ALMA LAVADA BRAVOS COMPANHEIROS...VENCEMOS MAIS UMA ETAPA .ERAMOS EM TORNO DE 12000 PROFESSORES SEGUNDO A POLICIA MILITAR...E NAO 4 MIL....O TEMPO SERA O SENHOR DA RAZAO E VENCEREMOS.
    POIS O PISO É LEI E DEVE SER CUMPRIDO...E NOSSA CLASSE TAO DESVALORIZADA SERA UM DIA LEMBRADA COMO AQUELA QUE LUTOU CONTRA O GOLIAS DO DESCASO.PARABENS A TODOS NOS... E A AOS COLEGAS DO ONIBUS BRANCO OHHHHHHHHH A GREVE CONTINUA ........

    ResponderExcluir
  39. Não consigo ver dignidade na baixaria que as pessoas que estavam presente na assembleia e vaiaram quem pensava o contrário delas. E me desculpe, mas até onde eu saiba, apenas professores deveriam ter votado. Por que vocês trouxeram pais e alunos? Não sabem mais o que é Categoria? Ah, para quem postou aí em cima que a assembleia estadual é tem autonomia, também não sabe do que está falando. Soberania é bem diferente de autonomia. Concordo com o que o Marcio de Mattos disse, ah, se fosse em outra cidade. Pelo menos mais educação e respeito iria ter.
    Prof. Nadja F. Junkes - Blumenau

    ResponderExcluir
  40. Se tem alguma vitória aqui, foi a vitória do (des)governo de dividir a categoria.
    Parabéns colombo, nisso foste feliz.
    Agora, foi dito desde o inicio que a assembleia estadual é soberana, portanto, aos que desistiram de lutar, se assim quisessem, deveriam estar presentes em Florianópolis e fazer valer sua vontade.
    Ou seja, uma assembleia de 10 mil professores, no mínimo, decidiu majoritariamente (mais 80%) pela manutenção da greve.

    ResponderExcluir
  41. É lamentável o que aconteceu ontem. Já são 50 dias de paralisação. Os professores pedem apoio aos pais e alunos, mas não estão preocupados com os pais que estão sendo prejudicados profissionalmente por tudo o que está acontecendo e também não estão preocupados com os seus alunos, a quem prometeram, quando de sua formação, "Prometo que,
    no exercício de minha profissão ,
    empregarei, com inteligência e honestidade,
    os talentos que Deus me confiou
    para servir com amor,
    ética e patriotismo
    cumprindo os deveres inerentes ao magistério,
    que livremente escolhi como profissão ."
    Para que realizar assembléias regionais se a decisão da maioria não é levada em consideração? Não serem para nada?
    Penso que o movimento de greve é válido sim, mas tudo tem limite!!
    Lucimara - Joinville

    ResponderExcluir
  42. Pessoal, não interessa se foi em outra cidade ou não, o que interessa a nós, professores, é que nosso objetivo não foi alcançado...Desta forma a greve continua sim, em pról do piso. Devemos nos unir até que o objetivo seja alcançado, pois se fraquejarmos agora não teremos a efetivação d nosso direito nunca...Não consigo entender como alguns professores querem cessar a greve e retomá-la depois...Se pararmos agora, tudo ficará como estava e jamais teremos reconhecido nosso direito.FORÇA GREVE!

    Maria Eunice - Criciúma

    ResponderExcluir
  43. CONTINUO NESSA GREVE ATÉ O FIM. NÃO DEIXAREI A CATEGORIA SOZINHA E NÃO ACHO CERTO VOLTARMOS PARA SALA DE AULA COM DIMINUIÇÕES NA REGENCIA,E SEM A GARANTIA DO PISO. ENTREI NA GREVE GANHANDO 40 E SAIR COM 25% E PROMESSA DE 30 EM AGOSTO E 40 EM JANEIRO? SOU EFETIVA, MAS LUTO PELOS ACTS QUE FICARAM COM A PERDA ATÉ O FINAL DO ANO...
    RESPEITO OS COLEGAS QUE ESTÃO VOLTANDO, EMBORA NÃO COMPREENDA OS MOTIVOS. SE SÃO PELOS ALUNOS QUE PERDEM A 50 DIAS, NÓS PERDEMOS A 20 ANOS...
    MEUS FILHOS ESTUDAM EM ESCOLA PUBLICA E ESTÃO SEM AULA TBM...
    QUERO VOLTAR, MAS SÓ VOLTAREI QDO A GREVE ACABAR EM DECISÃO PELA ASSEMBLEIA ESTADUAL...E COM GARANTIA DO PAGAMENTO DO PISO...ESSA É NOSSA BANDEIRA E NOSSA LUTA...
    A TODOS QUE VOLTAM...CONTINUAREMOS AQUI, LUTANDO POR TODOS, SENDO A PEDRA NO CALÇADO DO RAIMUNDO...NÃO TEM HISTÓRIA NENHUMA DE POLITICAGEM...PODERIA SER QQUER UM NO GOVERNO, SE A SITUAÇÃO FOSSE A MESMA, A GREVE ESTARIA DO MESMO JEITO!!!!
    UM ABRAÇO A TODOS QUE VOLTAM E QUE CONTINUAM...VAMOS RESPEITAR OS COLEGAS PARA SERMOS RESPEITADOS NA NOSSA LUTA...PROFª LUCIANA - FLORIPA

    ResponderExcluir
  44. Não é preciso contar, nem conferir as assinaturas (pois parece que não fizeram muita questão de passar lista de frequência!), mas basta ver as imagens do MAR DE GENTE invadindo a Cidade.
    Já está ficando feio tentar ludibriar desse jeito...Daqui há pouco todo mundo vai perceber....

    ResponderExcluir
  45. A verdade sobre números
    Tem gente perguntando qual a verdade sobre a real quantidade de pessoas que compareceram à ASSEMBLEIA ESTADUAL. A pergunta deve ser outra: por que o SINTE quis divulgar 4.000 quando VIA que era um MAR DE GENTE?
    Inclusive, de cima do caminhão, de onde estavam, tinham visão privilegiada em relação aos meus 1,50m.

    ResponderExcluir
  46. Professora Nadja, quem disse que levamos pais e alunos??? Se havia na Assembleia, e acredito que sim, pais e alunos, considero muito bom, pois estes estão aprendendo a lutar conosco pelo que consideram seu de direito - UMA ESCOLA DE MELHOR QUALIDADE - ou você esqueceu qual
    é o nosso foco? Quem é nosso algoz??? Por favor, você voltará a trabalhar, então não fique aqui tentando desestimular e diminuir nossa luta, ok?

    ResponderExcluir
  47. Sinceramente uma das coisas mais bizarras são comentários que colocam o SINTE antes da base, reconheço os sindicatos como legítimo para coordenar as atividades, para servirem como porta vozes da categoria etc... mas não como representantes que podem tomar decisões pela base.
    Não estou afirmando que tenham feito isso, mas ficou evidente nos relatos de muitos companheiros que em algumas regionais houve sim manipulação a favor da suspensão da greve.
    Na hora dos informes vi professoras indignadas com falar que Blumenau 80% decidiu pela suspensão, segundo essas pessoas a decisão foi apertada.
    Nessa hora também falaram que Chapecó havia decidido pela Saída Estratégica, pera aí.. o termo é completamente um juízo de valor na hora da condução da assembleia.
    Não sou sectário, mas unidade na luta só existe quando a unidade de objetivos, e sinceramente não acho que decisão de suspender a greve de forma manipulada que o PT/CUT e correntes majoritárias do SINTE desastradamente fizeram, contempla minha visão de unidade pela base. Não somos gado, somos educadores e educadoras.
    Outra coisa esse papo furado de respeito a decisão das regionais onde não se pode discordar da decisão é completamente bizarro... Respeito não é concordar com tudo, em uma democracia seja qual for seu modelo a crítica só a fortalece.
    Se houve a presença de pais e alunos melhor ainda, isso torna mais legítima a nossa decisão, agora posso falar que havia também vários diretores da CUT que não tem nem filho na escola, será que foi por acaso?

    ResponderExcluir
  48. 4000 mil? ISSO É UM CLARO POSICIONAMENTO A FAVOR DO GOVERNO! OLHEM AS FOTOS, TINHA 4000 PESSOAS????
    A POLICIA QUE SEMPRE DESQUALIFICA ATOS DE RUA DE QUALQUER CATEGORIA DISSE QUE TINHA 12 MIL COMO O "NOSSO" SINDICATO PODE DIZER QUE SÓ TINHA 4???

    ResponderExcluir
  49. Professora Rosane7 de julho de 2011 12:49

    Concordo plenamente com a prof. Nadja de Blumenau, as vaias, só fazem com que os professores que gostariam de continuar mesmo votando para suspender retornem para as salas de aulas, parecia mais uma briga de galos.
    Como diz a prof Ana Maria no ínicio dos comentários, é complicado continuar numa greve onde a minoria apenas irá ficar, portanto mesmo votado em assembleia e ganhando para continuar a greve, posso dizer que ela já se encerrou, pois começamos com 90%, hoje estamos em 60%, e apartir de amanhã não teremos mais nem 30%.
    O melhor de tudo agora, penso que era recuar com a maioria das regionais tinham decidido, até para não se perder essa união para uma breve greve se caso for necessário.
    Esse movimento somente aconteceu porque a maioria participou,até mesmos os que foram vaiados e escancalhados pelos próprios colegas, faltou o respeito e isso jamais poderia ter acontecido dentro de uma categoria que estava plenamente unida, os rumos agora serão outros, e que Deus seja louvado...
    Prof. Rosane

    ResponderExcluir
  50. Como vocês falam em dignidade nessa altura do campeonato? enquanto muitos anos saem prejudicados, vocês se preocupam com "dignidade"?

    ResponderExcluir
  51. Quando vão ser repostas? no fim de ano? enquanto nossos pais estão em férias, nós iremos estar estudando? e quem vai fazer vestibular o ano que vem?

    ResponderExcluir
  52. LIÇÃO DE CASA PRA TODOS_ EU TBÉM FUI FAZÊ-LA: COMO OS OUTROS ESTADOS QUE NÃO APELARAM PRA GREVE RESOLVERAM ESSA QUESTÃO DO PISO? COMPAREMOS NOSSO ESTADO, POR EXEMPLO, COMO O RIO GRANDE DO SUL!? QUEM SABE ENCONTRAREMOS LÁ A SOLUÇAO QUE ESTA FALTANDO SER DADA AQUI, PARA O SINTE LEVAR AO GOVERNADOR!

    ResponderExcluir
  53. Desta vez dizem que chegaram em casa cansados e com frio. Eu também! mas quem disse que a batalha era fácil? Eu não posso me vender por 30 dinheiros...Tenho orgulho de ser professora, tenho orgulho de lutar por uma educação melhor. Tenho orgulho de ser brasileira. Desistir agora é se submeter à tirania de alguns. Não sei quantos haviam lá, mas lá haviam inúmeros que querem que seja mantida o foco da luta: piso que é direito e é legal. A decisão do supremo está a nosso favor e vamos deixar que nos façam de bobos? Dinheiro tem e se não tem peçam para o FUNDEB. O FUNDEB não é para isso? Onde está o dinheiro do FUNDEB, afinal. Não nos deixemos corromper, vamos pensar nos colegas que estão acampados. Será que a luta deles foi vã? O frio, as péssimas acomodações, a comida gelada, a saudade de casa, da cama quentinha. Quem de nós gostaria de estar lá, naquelas barraquinhas onde mal podem se acomodar. Nenhuma luta é fácil para quem não se corrompe. Minha ética não me permite ter preço, minha ética profissional me diz ir avante e não aceitar migalhas. Tiraram de nós para dar para nós mesmos. No mínimo hilariante. Não nos abatamos, colegas professores, não nos vendamos por ninharia. Podemos ter ou não orgulho da classe, podemos ou não ser derrotados ou vencedores. Se mantivermos a união ninguém nos derrotará. As vaias fazem parte do processo. Muitos morreram - basta ler a História do Brasil - para que fizessemos do Brasil um país melhor. Colegas do Oeste, mesmo discordando, não abandonem a luta porque isso é o que querem nossos inimigos e eles são muitos. Não aceitemos as migalhas que nos jogam. Nós somos professores,nós somos importantes contrariamente ao nos querem fazer acreditar.

    ResponderExcluir
  54. Bem...Agora, com a segurança de não serem descontados, e com a devolução que não poderá atrasar mais, imagino que não há mais desculpas para quem não entrou ou voltou por razões financeiras, porque foi por isso, salvo raras exceções de gente que não entra pq marido não deixa. Alguns casos, quando o casal é de professores, um entrou e o outro não, o que é um arranjo válido e compreensível porque cada um sabe onde o calo aperta e não tem como pedir ajuda a parentes. Espero que os que não tinham entrado repensem agora a escolha. Os que voltaram por outras razões não financeiras, são ricos, marido rico, fazem do Magistério um 'bico', ou talvez achando que ganhou algo, por falta de esclarecimento ou leitura mais atenta das propostas, talvez por servilismo ideológico, talvez por serem ainda da geração que acha que o poder é o PODER devemos submissão e obediência mesmo lesados, são os conformistas por aptidão ( e não vai aí nenhum censura, uns são mais zen, outros mais ativos), pediria que tentassem mais uma vez e como última tentativa, voltar ao movimento.
    Em anos de luta, desde a primeira greve em 1980, como Act de primeira viagem, nunca tivemos o amparo jurídico que estamos tendo agora. Jamais, repito, jamais! as faltas e os descontos foram barrados por decisões judiciais, muito pelo contrário...Sei do apuro que foi em 87, desconto direto, 57 faltas na ficha funcional, depois a lenta e penosa reposição de todas as aulas e conteúdos ( e eu fiz, falo por mim), mesmo não estando mais na escola onde parei na greve. Ninguém tinha peninha, nem governo que mandava descontar e ACts para substituir (1983, Amin) que mandava, inclusive, polícia pegar lista de grevistas nas escolas, a portas fechadas no gabinete da diretora), nem imprensa, nem Judiciário. A conquista foi perto zero em 87; depois disso mais outros movimentos sempre em busca de catar os cacos daquele fracasso ( lembro que foi o comando estadual, na Alesc, que votou pela volta, quando muitos não queriam. Por votação apertada, o comando venceu.

    Hoje temos mais amparo do que jamais tivemos: de pais, de parte da imprensa, temos recursos da internet que tudo mostra em tempo real. Conseguimos provar que durante anos fomos roubados, mostramos as provas do crime, os desvios, o dinheiro não aplicado, etc.[considero esta lavação de roupa suja a único avanço reconhecível e que só será pleno com uma auditoria, sim]. Entristece saber que com a ordem judicial do não desconto e devolução, sem mesmo reposição feita, tantos professores optem pelo abandono. Fora das urgências financeiras, não há motivos...Lembrando que não está mais difícil se virar hoje com desconto de 57 dias ou mais, do que foi anos atrás, com inflação galopante; recordem que nem os gatilhos salariais de então recebemos, nem na Justiça, embora outras categorias tenham recebido recentemente. Antes tarde do que nunca. Pros professores vale o NUNCA, sempre...

    Repensem, colegas, se é que realmente querem ficar na profissão, voltem. Se não, se quiserem seguir outros caminhos, ok, justifica-se...

    cont.
    Lia/fpolis

    ResponderExcluir
  55. Para os alunos que escrevem preocupados, talvez o Sinte possa fazer um resumo das possibilidades e probabilidades de arranjos pós retorno, cada qual com sua parte de especificidade por região.
    Mas se não estou de todo errada, saibam que aluno não reprova por faltas, antes era obrigado a ter 75% de frequência por disciplina!, agora apenas 51% de presenças do total de dias letivos(200). Portanto, por faltas, não se preocupem porque não reprovam, menos ainda que não são suas. Com relação à reposição, a lei diz que é de conteúdos programados em todas as atividades; e que nem tudo que é programado no Planejamento Anual é, efetivamente, aplicado, com greve ou sem, em função da enorme heterogeneidade de turmas, sem um acompanhamento linear de todos os alunos.
    Talvez ajude esclarecer e aliviar seus justos temores que houve um tempo em que na primeira série o aluno tinha de estar praticamente alfabetizado, só era promovido para a segunda se soubesse ler e escrever o esperado para a primeira série...Hoje em dia o tal 'processo' se esticou até a terceira série, tanto que não há reprovações até aí. Os conteúdos não dominados sempre foram remanejados, ou de um bimestre para outro, ou semestre para outro, até de um ano para outro. Contando que seja dado até o fim do ciclo, distribuído de acordo com as condições de avanço ou não das turmas. Trocando em miúdos:o que não é dado até dezembro pode ser terminado no ano seguinte, é comum a repetição de conteúdos dados, se forem atentos alunos já devem ter percebido tais ocorrências. Até porque muitas aulas começam tarde por falta de professores, o que faz com que conteúdos sejam jogados para frente e priorizados os mais importantes.
    No caso de alunos das nonas séries do EF e terceiras do EM, em razão de possíveis avaliações para entrada em outros cursos e concursos, Enem, vestibular, etc., com certeza merecerão especial atenção nas reposições, com prioridade de grade de atividades, suponho, para que não lhes faltem o que está previsto até o fim do curso, uma vez que não estarão disponíveis no ano seguinte. Os professores bons e conscientes de seus deveres saberão dar o devido retorno, não se preocupem, e, caso precisem de algum apoio extra, poderão contar com a ajuda de um mutirão de alguns colegas aposentados, uma frente de ajuda, voluntários da escola 'ad hoc', hehe, já que, afinal, também serão beneficiados, caso consigamos os benefícios, se não todos, ao menos o mais perto disso.Depende só do governo, cobrem de quem criou o problema. Não foram os professores que entraram no STF para roubar o governo, não obrigamos ninguém a roer as unhas durante 3 anos esperando a decisão. O governo perdeu e não quer aceitar. O governo não guardou o que não pagou para pagar agora; é desonesto e imprevidente. A culpa é somente dele e de quem se beneficiou das fraudes contábeis. Os professores não foram. Que tirem de quem levou.

    Lia/fpolis

    ResponderExcluir
  56. Boa tarde colegas, minha regional decidiu suspender o movimento de greve. Fomos a assembleia estadual e ACATAMOS a decisão pois ela é SOBERANA. Os professores do OESTE sempre foram fortes e valentes e gostaria que vocês também retornassem pois juntos seremos mais fortes, pelo menos por mais uma semana para ver o desenrolar dos fatos na assembleia legislativa. FORÇA PESSOAL DO OESTE E VALE DO ITAJAÍ A LUTA É DE TODOS.
    MIKAIL - BLUMENAU.

    ResponderExcluir
  57. Dou reforço para as palavras do colega Mikail de Blumenau. Vamos la´colegas do Oeste e Vale do Itajaí. A vitória está muito próxima!

    ResponderExcluir
  58. o Site Terra diz que tinha 10 mil professores. Então deveria ter entre dez e doze mil professores na votação. Leiam o artigo



    http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5226431-EI8266,00-Em+greve+ha+dias+mil+professores+protestam+em+SC.html

    ResponderExcluir
  59. aranguá--GREVE GREVE E GREVE
    FORÇA OESTE
    JUNTOS SOMOS FORTES!

    ResponderExcluir
  60. UÉ Mais um governador falso que nem os outros?
    sim iremos cumprir as leis ... Campanha eleitoral A mentira do século !
    Mais professores, como iremos repor as aulas? Faltam Pouco tempo e são 52 dias já!

    ResponderExcluir
  61. Depois de chamar nós professores do oeste de `bundão`querem nossa ajuda para continuar?
    Achem uns bundÕES POR AI MESMO DO LITORAL.
    Desculpe, por muuitos, é só um desabafo.

    ResponderExcluir