quinta-feira, 19 de abril de 2012

ASSEMBLEIA REGIONAL DE MARAVILHA

Convocação

O Sinte Regional de Maravilha convoca toda a categoria (ativos e inativos) para Assembleia Regional.
   
Data – 23/04/12
Horário – 14 horas
Local – Sede doS Professores - Rua José Bonifácio - Bairro Panorâmico
 
Pauta: 
- Informes Gerais;
- Analise da proposta apresentada pelo governo para a categoria na Assembleia estadual;
- Encaminhamentos.
- Escolha do comando regional de greve e do representante da regional no comando estadual com um suplente.

Observação – cada escola deverá trazer nomes para o comando municipal e regional.

Essa luta também é minha! Vamos somar forças para conquistar nossos direitos!

2 comentários:

  1. A greve 2012 deve ser construída respeitando o nosso tempo de entrar em greve!!! Precisamos agir como classe. Decidiremos em grupo!!!

    Em 2012 o governo não respeita o nosso direito de garantir so 22% e será que em 2013 quando as eleições municipais tiverem sido consumadas e os prefeitos reiniciarem os processos de municipalização, a sociedade e o governo pensarão em nós enquanto classe, enquanto categoria???

    Queremos greve!!!!

    ResponderExcluir
  2. joao gabriel rempel24 de abril de 2012 09:04

    FIM DO PLANO DE CARREIRA...
    O famoso plano de revitalização propagado pelo governo não passa de uma falácia. Ora, não existe parâmetro de percentuais entre um nível e outro e nem entre as referencias. Aceitar essa imposição do governo é no mínimo renunciar a capacidade de discernimento do que está em risco. É a nossa carreira que está em jogo. Nós somos profissionais da educação. Passamos anos estudando, nos aperfeiçoando e queremos ter a certeza de que a educação e o educador tenham orgulho da profissão que excercem. Quero ter a certeza de que todos os colegas, companheiros de luta, entrem nessa nova batalha. Precisamos encontrar forças para resistir e construir um plano que valorize o educador. Afinal, a transformação da sociedade catarinense está em nossas mãos. Vamos companheiros dizer um não sonoro ao governador e ao secretário da educação. Todos conhecem a lei do piso:"quando um ente federado não possuir recursos para implantar o piso na carreira, a união irá complementar". Cabe a pergunta, por que o nosso governador não abre as contas do fundeb e prova para o MEC não ter recursos para a implantação do piso na carreira?...

    ResponderExcluir